I Curso de Gest - PowerPoint PPT Presentation

Loading...

PPT – I Curso de Gest PowerPoint presentation | free to view - id: 6be191-MjFmZ



Loading


The Adobe Flash plugin is needed to view this content

Get the plugin now

View by Category
About This Presentation
Title:

I Curso de Gest

Description:

I Curso de Gest o Estrat gica em Pol ticas P blicas ESCOLA DE GEST O P BLICA - EGP INSTITUTO DE GEOCI NCIAS IG UNIVERSIDADE DE CAMPINAS - UNICAMP – PowerPoint PPT presentation

Number of Views:8
Avg rating:3.0/5.0
Slides: 33
Provided by: ABM
Category:

less

Write a Comment
User Comments (0)
Transcript and Presenter's Notes

Title: I Curso de Gest


1
I Curso de Gestão Estratégica em Políticas
Públicas
  • CURSO EAD DE ESPECIALIZAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO

ESCOLA DE GESTÃO PÚBLICA - EGP INSTITUTO DE
GEOCIÊNCIAS IG UNIVERSIDADE DE CAMPINAS -
UNICAMP
2
Realização
Apoio
3
Suporte Tecnológico
Suporte Acadêmico e Pegadógico
4
DADOS GERAIS
  • Modalidade

EAD / SEMI-PRESENCIAL
Carga Horária
408 HORAS
302 Horas Semi-Presenciais
106 Horas Presenciais
5
DADOS GERAIS
PRÉ-INSCRIÇÃO
MATRÍCULAS
Março e Abril/2009
Abril e Maio/2009
INÍCIO
Junho /2009
6
DADOS GERAIS
  • Prazo de duração do curso 12 meses
  • Composto por 8 Módulos

Pólos Brasília-DF, Goiânia-GO e Belo
Horizonte-MG. Turmas 5 com 60 alunos cada
Primeira turma com 300 alunos.
7
PALAVRAS-CHAVE
Gestão Governamental
Reforma do Estado
Planejamento Estratégico Público
Análise e Políticas Públicas
Governabilidade e Governança
8
CUSTO
  • Forma de Pagamento
  • 12 Parcelas de R 663,33 ou
  • à vista R 7.760,00.

OBS. De acordo com a Lei de Responsabilidade
Fiscal, os órgãos públicos podem custear
programas de capacitação para os servidores.
9
CERTIFICAÇÃO
  • A certificação da qualificação de Gestor
    Estratégico em Políticas Públicas será fornecida
    pela Universidade Estadual de Campinas UNICAMP
    que encontra-se entre a elite acadêmica mundial
    destacando-se como sendo uma das melhores
    faculdades da América Latina. Perfil
  • 177ª organização de ensino, no ranking anual
    das 200 melhores instituições de ensino superior
    do mundo ocidental
  • 287ª no ranking anual das 500 melhores
    universidades do mundo
  • Líder do ranking brasileiro de instituições de
    pesquisa e ensino superior com 527 patentes
    registradas no Instituto Nacional de Propriedade
    Intelectual (INPI)
  • 97 de seus professores têm titulação mínima de
    doutor

10
EMENTA
  • O curso compreende o domínio de conceitos
    teóricos e a realização de atividades práticas
    sobre
  • gestão administrativa
  • planejamento estratégico
  • implementação e avaliação de políticas
    públicas
  • compartilhamento de experiências e foco na
    implementação das ações (eficiência, eficácia e
    efetividade).
  • OBS. Capacitar gestores, técnicos e servidores
    que atuam em pequenos e médios municípios,
    desenvolvendo habilidades e competências
    organizacionais para a gestão das políticas
    públicas.

11
CONTEXTO DO GEPP
  • A necessidade de ofertar qualificação teórica e
    prática na gestão das políticas públicas com
    foco nos interesses da sociedade
  • A necessidade de profissionalização da
    administração pública para atender aos novos
    desafios e as mudanças em curso
  • complexidade crescente da legislação
  • escassez de recursos
  • diretrizes para a elaboração de projetos
  • captação e realização de investimentos e o
  • domínio de novas tecnologias e metodologias.

12
CONTEXTO DO GEPP
  • A possibilidade de gerar conhecimentos e ofertar
    o programa de qualificação da gestão pública em
    todo território nacional
  • Conjugar esforços entre a EGP/IGETEC/ABM/UNICAMP/
    SERSEL/CG para a capacitação extra-campi, com
    foco na formação profissional e humana dos
    representantes municipais
  • Multiplicar experiências de boas práticas de
    gestão pública

13
OBJETIVOS
  • Contribuir para a capacitação dos participantes
    nos seguintes eixos e conteúdos temáticos
  • 1) Instrumentos para Diagnósticos e Intervenção
  • Metodologia de Trabalho em Equipe
  • Metodologia de Diagnóstico de Situações
  • Metodologia de Planejamento Institucional
  • Comunicação para Ação
  • Organização do Gabinete do Dirigente Público
  • Agenda
  • Coordenação de Governo
  • Estudo de Atores
  • Gerenciamento de Crises.

14
2) Instrumentos para Análise
  • Mapas Cognitivos
  • Sistemas e Modelos
  • Análise de Políticas Públicas
  • Poder
  • Modelos de Tomada de Decisão
  • Processos de Implementação
  • Burocracia
  • Teoria das Organizações
  • Visões da Relação entre Estado e Sociedade.

15
3) Assuntos de Governo
  • Processo de Democratização
  • Demandas Cognitivas
  • A Reforma do Estado e o Estado Necessário
  • Melhoria da Máquina/Estrutura Pública
  • Comunicação de Governo
  • Promoções de Inovações Sociais, Ambientalmente
    Sustentáveis
  • Políticas de Inclusão Social
  • Planejamento Orçamentário
  • Modernização e Qualificação Administrativa
  • Escola de Governo.

16
PÚBLICO ALVO E ÁREA DE ATUAÇÃO
  • Curso destinado a gestores, técnicos, servidores,
    integrantes de conselhos municipais,
    representantes de órgãos públicos da esfera
    executiva e legislativa, membros de ONGs e
    interessados em geral.
  • Escolaridade mínima Nível Superior.
  • Pré-Requisito Curso Superior Completo.

17
CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
  • Mínimo para aprovação nota 7,0 numa escala de 0
    a 10,0
  • Frequência Mínima 85 para cursos de extensão e
    75 para cursos de especialização
  • Semi-Presencial avaliação deve ser presencial
    Decreto nº. 2.494 que regulamenta o artigo 80 da
    Lei 9.394/96 - LDB

18
QUADRO ACADÊMICO
  • Prof. Dr. Renato Peixoto Dagnino, UNICAMP/IG/DPCT
    Prof. Titular e Coordenador Geral do GEPP
  • Prof. Dr. Greiner Teixeira M. Costa -
    Coordenador Operacional do GEPP
  • Prof. Dr. Márcio Pochamann, UNICAMP/IE/CESIT
  • Prof. Newton A. P. Bryan, UNICAMP/FE/Lappane
  • Prof. Dr. Valeriano Mendes Costa,
    UNICAMP/IFCH/CESOP Coordenador Operacional do
    GEPP
  • Prof. Msc Sandra Inês Baraglio Granja, FUNDAP
  • Mauro Zeuri, Msc
  • Carolina Bagattoli
  • Lais Fraga, Msc
  • Luis Fernando Vitagliano, Msc
  • Milena Serafim
  • Rafael Dias, Msc.

Professores convidados com vínculo -
professores convidados sem vínculo.
19
PROCEDIMENTO METODOLÓGICO
  • 10 sessões (dias) presenciais de trabalhos
    práticos em 4 encontros
  • 4 oficinas (mínimo) e dinâmicas em grupo em grupo
    presenciais para a análise de problemas e
    formulação de projetos no setor público
  • 8 sessões Webcast com trabalhos pré e pós-evento
  • 12 exercícios práticos em grupo de simulação
    sobre problemas reais da gestão pública
  • Apostilas com o conteúdo do curso
  • 2 WVTs (Web Video Training), em CD para
    computador, com aulas digitais sobre os textos
    dos conteúdos
  • 3 sessões com resenhas aplicadas sobre livros
    indicados para leitura
  • 12 sessões (mínimo) de webchats sobre dúvidas dos
    conteúdos
  • Elaboração obrigatória de MEC (Memorial de
    Conclusão de Curso) discutido em grupos formados
    especificamente por 3 alunos.

20
FORMATO DA OFERTA
  • Via EGP/IGETEC/ABM e parceiros institucionais
  • DISPONIBILIZAÇÃO DOS CONTEÚDOS
  • Via portal da Pró-Reitoria de Extensão e
    Assuntos Comunitários da UNICAMP
    (www.preac.unicamp.br), que direcionará os
    interessados ao website da plataforma EAD -
    EGP/IGETEC/ABM/SERSEL

21
PROJEÇÃO DE TURMAS
  • 1ª Turma 300 alunos (60 alunos/classe)
  • 2ª Turma 300 alunos
  • 3ª Turma 450 alunos
  • 4ª Turma 600 alunos
  • 5ª Turma 600 alunos

Mais turmas simultâneas tantas quanto
necessárias para atendimento de demanda.
22
BIBLIOGRAFIA REFERENCIAL
  • ARMANI, Domingos. Como elaborar Projetos Sociais?
    BOHÓEQUEZ, Hercilio C. La Planificación em la
    encruzijada. Caracas, Venezuela Cadernos del
    CENDES, año 12, Mayo-Diciembre/95.
  • BROSE, Markus. Introdução à Moderação e ao
    Método ZOPP. Recife GTZ, 1993.
  • BROSE, Markus. Monitoria e Avaliação
    Participativa indicações para a prática. In
    Markus Brose (org.) Metodologia Participativa.
    Uma introdução a 29 instrumentos. Porto Alegre
    Tomo Editorial, 2001. pp. 295-302. CAMPOS, Gastão
    W. de S. Um método para análise e co-gestão de
    coletivos. São Paulo Hucitec, 2000.
  • CECÍLIO, Luiz C. de Oliveira, Carlos H.
    Giacomini, Miguel Roguski. A imanência do
    planejamento e da gestão a experiência da
    Prefeitura Municipal de Curitiba. Cadernos para
    discussão ENAP. Número 33. Brasília, Agosto/1999.

23
  • CORDIOLI , Sérgio. Enfoque participativo no
    trabalho com grupos. In Markus Brose (org.)
    Metodologia Participativa. Uma introdução a 29
    instrumentos. Porto Alegre Tomo Editorial, 2001.
    pp. 25-40.
  • DAGNINO, Renato. Metodologias de Elaboração de
    Políticas de Inovação. GAPI-UNICAMP. 2000.
  • E COSTA, Greiner. Por uma Política de Inovação
    democrática e popular Campinas, Dezembro de 2000.
    Enviado para publicação pela Revista Teoria e
    Debate.
  • DROR, Yeheskel. Enfretamento el Futuro. México
    Fondo de Cultura Econômica, 1990.
  • A capacidade de Governar Informe ao Clube de
    Roma. São Paulo EdIções FUNDAP 1999. . O
    administrador público tipo delta para o século
    21. In Revista do Século XXI alguns pensamentos
    iniciais para o Brasil.
  • EVANS, Peter El hidridismo como estratégica
    administrativa.

24
  • FLORES, Fernando. Creando Organizaciones para el
    Futuro. Santiago do Chile Dolmen Ediciones,
    1994.
  • GARCIA, Ronaldo C. Subsídio para organizar
    avaliações da ação governamental. Texto para
    Discussão do IPEA, 2001.
  • HAM, C. and HILL, M. The policy process in the
    modern capitalist state. London Harvester
    Wheatseaf, 1993.
  • HARDY, C. e FACHIN. Gestão estratégica da
    universidade brasileira teoria e casos. Porto
    Alegre Ed. Universidade/UFRGS, 1996.
  • HOGWOOD, Brian e Lewis Gunn. Policy Analysis for
    the Real Worid. New York Oxford University
    Press, 1984.
  • MARCONI, Nelson. Políticas integradas de Recursos
    Humanos para o Setor Público.
  • MATUS, Carlos. Política, Planejamento Governo.
    Brasília IPEA,1993.

25
  • El Sistema de Monitoreo. Caracas Fundação
    Altadir, 1994.
  • Estratégias Políticas. SP Edições FUNDAP, 1996.
  • O Líder Sem Estado Maior. SP Edições FUNDAP,
    1999.
  • MOTTA, Fernando C. Prestes. Organização e Poder.
    São Paulo Atlas, 1986.
  • NETO, Silveira H.. Fernando Outra Reunião? RJ
    COP Editora, 3a Ed. 1992.
  • ODONNELL, Guillermo L. Apuntes para uma teoria
    del Estado.
  • OLIVEIRA, Djalma P. Rebouças. Planejamento
    Estratégico conceitos, metodologia, práticas.
    SP Ed. Atlas, 1999. 13a ed. OSZLAK, Oscar. De
    menor a mejor el desafio de la segunda reforma
    Del Estado. Revista Nueva Sociedad. nº 160,
    Venezuela, 1999. . Estado Y Sociedad nuevas
    regias de juego? Revista Reforma y Democracia. nº
    9, CLAD, Caracas.

26
  • PEREIRA, Edmo da Cunha. Governar o Município
    Antes e Depois da Posse. 5a. Edição na 5ª edição.
    Belo Horizonte Editora Lutador, 2004.
  • PEREIRA, Luiz Carlos Bresser. A reforma do Estado
    dos anos 90 lógica e mecanismos de controle.
    Cadernos MARÉ da reforma de Estado, v. 1, 1997,
    58p.
  • PETRUCCI, V. e outros coord. Escolas de Governo
    e Profissionalização do Funcionalismo. Brasília,
    ENAP, 1995.
  • PFEIFFER, Peter. Planejamento estratégico
    municipal no Brasil uma nova abordagem. Cadernos
    para discussão ENAP. Número 37. Brasília,
    outubro/2000.
  • ROSA, Mário. A Era do Escândalo. São Paulo
    Geração Editorial, 2003.
  • SANTOS, Luis Alberto dos CARDOSO, Regina Luna
    dos Santos. Avaliação de desempenho da ação
    governamental no Brasil problemas e
    perspectivas. XV Concurso de Ensayos CLAD,
    Caracas, 2001, 48p.

27
  • SEARLE, John. Mente, Linguagem e Sociedade. Rio
    de Janeiro Editora Rocco, 2000.
  • SILVA, Marcos José Pereira. Onze passos do
    planejamento-estratégico participativo. In
    Markus Brose (org.) Metodologia Participativa.
    Uma introdução a 29 instrumentos. Porto Alegre
    Tomo Editorial, 2001. pp. 161-176.
  • SILVEIRA, Jr., Aldery e VIVACQUA, G. Planejamento
    Estratégico como Instrumento de Mudança
    Organizacional. SP Ed. Atlas, 1999.
  • SINGER, Paul. A Coordenação do Governo. In
    SINGER, Paul. Um Governo de Esquerda Para Todos.
    Luiza Erundina na Prefeitura de São Paulo
    1989-1992. Capítulo 5. São Paulo Brasiliense,
    1996.
  • TEIXEIRA, Antônio Alberto. O planejamento público
    no Brasil de Getúlio a JK (1930 - 1960).
    Fortaleza IPLANCE, 1997.

28
  • TENÓRIO, F. G. (coord) Avaliação de projetos
    comunitários uma abordagem estratégica. FGV, São
    Paulo, Edições Loyola, 1995.
  • TUCHMANN, Bárbara W. A marcha da Insensatez. RJ
    José Olímpio Editores, 1989. 3a edição.
  • VILLANUEVA, Luís Aguilar. Problemas públicos y
    agenda de gobierno. México Grupo Editorial
    Porrua, 1996, 2a ed.
  • WAISSBLUTH, Mário La insularidad em la gestión
    pública lationoamericana. Os desafios da Reforma
    para dentro.
  • BRESSER-PEREIRA, L. C. Gestão do setor público
    estratégia e estrutura para um novo Estado. In
    BRESSER-PEREIRA, L. C. SPINK, P. (Orgs). Reforma
    do Estado e Administração Pública Gerencial. Rio
    de Janeiro Editora FGV, 1998.
  • DOIMO, A. M. A vez e a voz do popular movimentos
    sociais e participação política no Brasil pós-70.
    Rio de Janeiro Relume-Dumará, ANPOCS, 1995.

29
  • DINIZ, E. Crise, reforma do Estado e
    governabilidade. Brasil 1985-95. Rio de Janeiro
    Editora FGV, 1997.
  • GRUPO DE ESTUDOS SOBRE A CONSTRUÇÃO DEMOCRÁTICA.
    Os movimentos sociais e a construção democrática
    sociedade civil, esfera pública e gestão
    participativa. Revista Idéias, n. 5/6, p. 7-122,
    1999.

Nota a bibliografia poderá sofrer alterações no
decorrer da formatação do curso visando a
melhoria contínua da qualidade para atender os
requisitos dos alunos e da decisão acadêmica da
UNICAMP/EGP.
30
CONTATO
  • End Setor de Autarquias Sul, Quadra 5 Lote 05-A,
    Bloco F, Sala 22, BrasíliaDF
  • CEP 70.070-910
  • Fone 0XX 61-3226-9520 / 9530 FAX 3226-2011
    E-mail igetec_at_igetec.com.br

Sites www.portalegp.com.br www.igetec.com.br www
.abm.org.br www.educidades.org.br
31
ABM Associação Brasileira de Municípios EGP
Escola de Gestão Pública IGETEC Instituto de
Gestão Tecnológica
Coordenador Nacional José Carlos Rassier
e-mail rassier_at_igetec.com.br Diretora
Executiva Laura Maia e-mail laura_at_igetec.com.br
Secretária Acadêmica Juliana Gomes e-mail
juliana_at_igetec.com.br Assessoria de Comunicação
Débora Lopes e-mail debora_at_igetec.com.br Suporte
Técnico Administrativo Matheus Gonzalez
e-mail matheus_at_igetec.com.br
32
  • EDUCAR PARA A GESTÃO E O DESENVOLVIMENTO
    ORGANIZACIONAL.

Um novo conceito de administração pública está
em construção, exigindo dos governos locais a
capacidade política e administrativa de
identificar com clareza sua missão e visão e
associar essa capacidade à estratégias de
planejamento e aos instrumentos gerenciais de
qualificação e de inovação, tendo que desenvolver
e adquirir competências e habilidades para a
implementação de programas e de ações e a
adequada prestação de serviços à população.
About PowerShow.com