Sistemas de Neg - PowerPoint PPT Presentation

Loading...

PPT – Sistemas de Neg PowerPoint presentation | free to download - id: 74c224-YzU1O



Loading


The Adobe Flash plugin is needed to view this content

Get the plugin now

View by Category
About This Presentation
Title:

Sistemas de Neg

Description:

Devido Internet n o ser uma rede segura, medidas especiais de seguran a ... Informa o * Sistemas de Informa o de Marketing Marketing Interativo ... – PowerPoint PPT presentation

Number of Views:4
Avg rating:3.0/5.0
Slides: 56
Provided by: VeraRe2
Learn more at: http://www.profdamasco.site.br.com
Category:
Tags: marketing | neg | rede | sistemas

less

Write a Comment
User Comments (0)
Transcript and Presenter's Notes

Title: Sistemas de Neg


1
Sistemas de Negócios
  • Sistema Colaborativo
  • Sistema de Processamento de Transação (SPT)
  • Sistemas de Informações Gerenciais (SIG)
  • Sistemas de Apoio à Decisão (SAD)
  • Aplicações Empresariais

2
  • Estudar a Colaboração Empresarial.
  • Estudar os Sistemas de Processamento de Transação
    (SPT)
  • Identificar o papel e alternativas de relatórios
    dos sistemas de informação gerencial.
  • Estudar os SIG contabilidade, finanças,
    recursos humanos, marketing e produção ou
    industrial.

Objetivos do Capítulo
Explicar como os SI empresariais podem apoiar as
necessidades de informação de executivos,
gerentes e profissionais de empresas.
3
Objetivos do Capítulo
  • Identificar as mudanças que acontecem na forma e
    no Identificar as mudanças que acontecem na forma
    e no uso de apoio à decisão em empreendimentos de
    negócios.
  • Descrever como o processamento analítico on-line
    pode atender às necessidades de informação.
  • Explicar o conceito de sistema de apoio à decisão
    e como ele difere dos sistemas tradicionais de
    informação gerencial.
  • uso de apoio à decisão em empreendimentos de
    negócios.
  • Descrever como o processamento analítico on-line
    pode atender às necessidades de informação.
  • Explicar o conceito de sistema de apoio à decisão
    e como ele difere dos sistemas tradicionais de
    informação gerencial.

4
Ferramentas para a Colaboração Empresarial
A meta dos sistemas colaborativos é possibilitar
que as pessoas trabalhem em conjunto de forma
fácil e eficaz, ajudando-as a Comunicar -
compartilhar informações com outros Coordenar -
coordenar esforços de trabalho individual e
utilização compartilhada de recursos Colaborar -
trabalhar cooperativamente em projetos e tarefas
comuns
5
Ferramentas para a Colaboração Empresarial
Sistema de Colaboração Empresarial
Ferramentas de Comunicações Eletrônicas
Ferramentas para Conferência Eletrônica
Ferramentas de Controle do Trabalho Colaborativo
  • Agendamento
  • Controle de tarefas e
  • projetos
  • Sistemas de fluxo de
  • trabalho
  • Gerenciamento do
  • conhecimento
  • Compartilhamento de
  • Documentos
  • Conferência por dados
  • Conferência de voz
  • Videoconferência
  • Fóruns de discussão
  • Reuniões eletrônicas
  • E-Mail
  • Correio de voz
  • Fax
  • Publicação na Rede
  • Telefone na Internet, page etc.

6
Sistemas de Processamento de Transações
  • Os SPT são sistemas que servem o nível
    operacional da organização, monitorando as
    atividades diárias ou normais de uma empresa.
  • Seu principal objetivo é responder a questões
    rotineiras e acompanhar o fluxo de transações na
    organização.
  • Os SPT capacitam as organizações a executar suas
    atividades mais importantes de maneira mais
    eficiente.
  • Esses sistemas são importantes fornecedores de
    dados para o nível operacional da empresa e
    também para os níveis mais elevados da empresa.

7
Sistemas de Processamento de Transações
8
Sistemas de Processamento de Transações
EXEMPLOS DE SPT Processamento de
Pedidos Controle de Estoque Contas a
Receber Contas a Pagar Folha de
PagamentoControle de Ponto de Funcionários Livro-
razão
9
Sistemas de Processamento de Transações
CARACTERÍSTICAS DOS SPT Entrada e alimentação de
dados Processamento e armazenamento Geração de
documentos Grande quantidade de dados de entrada
e de saída Necessidade de processamento eficiente
(on-line ou batch) Alto grau de repetição no
processamento Computação simples Grande
necessidade de armazenamento Necessidade de
auditoria Problemas relacionados com segurança
10
Sistemas de Processamento de Transações
ATIVIDADES DOS SPT Coleta de dados pode ser
manual ou automatizada, consiste na entrada dos
dados Edição de dados validação e
integridade Correção de dados erros
diversos Manipulação dos dados cálculos,
classificação, disposição... Armazenamento guard
a dos dados em um ou mais bancos de
dados Produção de documentos podem ser impressos
ou exibidos na tela do computador
11
Sistemas de Informação Gerenciais
Marketing
Produção / Operações
Administração de Recursos Humanos
Sistemas de Informação Gerencial
Contabilidade
Finanças
12
Sistemas de Informação Gerenciais
Conjunto integrado de pessoas, procedimentos,
banco de dados e dispositivos que suprem os
gerentes e os tomadores de decisão com
informações para ajudá-los a alcançar as metas da
organização, gerando relatórios diversos. Ele
gera produtos de informação que apóiam muitas das
necessidades cotidianas de tomada de decisão de
gerentes de empresas. Relatórios, telas e
respostas produzidas por esses SI fornecem
informações que os gerentes especificaram de
antemão para o adequado atendimento de suas
necessidades de informação.
13
Sistemas de Informação Gerenciais
  • Características de um SIG
  • Geram relatórios com formatos fixos e
    padronizados
  • Produzem relatórios impressos e em tela
  • Usam dados internos armazenados em computador
  • Permitem que usuários finais façam seus próprios
    relatórios personalizados
  • Requerem pedidos formais dos usuários

14
Sistemas de Informação Gerenciais
Benefícios do SIG para as empresas 1. Redução de
custos nas operações. 2. Melhoria no acesso às
informações com relatórios precisos e rápidos,
com menor esforço. 3. Melhoria na produtividade
e nos serviços realizados e oferecidos. 4.
Melhoria na tomada de decisões, com fornecimento
de informações mais rápidas e precisas. 5.
Estímulo de maior interação entre os tomadores de
decisão. 6. Fornecimento de melhores projeções
dos efeitos das decisões. 7. Melhoria na
estrutura organizacional, para facilitar o fluxo
de informações. 8. Redução do grau de
centralização de decisões na empresa e,
9.Melhoria na adaptação da empresa para
enfrentar os acontecimentos não previstos
15
Sistemas de Informação Gerenciais
MODELO OU ESBOÇO DE SIG Entradas internas e
externas Internas Sistemas de Processamento de
Transações (SPT) Outras áreas específicas da
empresa, tais como -
Planejamento Estratégico -
Política Organizacional -
Plano de Metas, etc Externas clientes,
fornecedores, concorrentes, mercado, governo,
etc Saídas relatórios diversos
Agendados ou Periódicos
Demanda ou Solicitação De
Exceção Drill Down
16
Sistemas de Informação Gerenciais
Exemplo de SIG Financeiro Entradas Internas
Planejamento Estratégico Política
corporativa Plano de
metas SPT Folha de pagamento Razão
geral Contas a pagar Contas a
receber Externas Concorrência Índices
de preço Indicadores econômicos
Leis tributárias Agências
governamentais
17
Sistemas de Informação Gerenciais
Continuação do Exemplo de SIG Financeiro Saídas
Relatórios diversos, tais como Custo da
folha de pagamento Investimento em
estoque Pagamento a fornecedores
Valores devidos pelos clientes
Custos e lucros Administração
de fundos Etc...
18
Relatórios Gerenciais do Sistema de Informação
Principais Relatórios Gerenciais do Sistema de
Informação
Relatórios Periódicos Programados
Relatórios de Exceção
Informes e Respostas por Solicitação
Relatórios Drill Down
19
Sistemas de Informação de Marketing
20
Marketing Direcionado
21
Sistema de Informação de Manufatura (Industrial)
22
Administração de Recursos Humanos
Contratação de Pessoal
Treinamento e Desenvolvimento
Administração Salarial
  • Planejamento da
  • força de trabalho
  • Localização da
  • força de trabalho
  • Planejamento
  • de sucessão
  • Planejamento
  • de avaliação
  • de desempenho
  • Apropriação de
  • custos de contratos
  • Previsão salarial

Sistemas Estratégicos
  • Análise do custo
  • da mão-de-obra
  • Análise da
  • rotatividade
  • Eficácia do
  • treinamento
  • Compatibilização
  • de carreiras
  • Eqüidade
  • de remuneração
  • Análise de
  • benefícios

Sistemas Táticos
  • Avaliação de
  • qualificações
  • Avaliações de
  • desempenho
  • Controle da folha
  • de pagamentos
  • Administração de
  • benefícios
  • Recrutamento
  • Planejamento
  • da força de
  • trabalho

Sistemas Operacionais
23
Sistemas de Informação Contábil
24
Sistemas de Informação Financeira
Sistemas de Informação Financeira
Administração de Caixa
Administração de Investimentos
Planejamento Financeiro
Orçamentos de Capital
25
Definição de SAD
  • Conceitualmente podemos definirSistemas de Apoio
    à Decisão (SAD) ou SSD (Sistemas de Suporte a
    Decisão) como
  • aplicações responsáveis pela captura e elaboração
    das informações dentro de uma base de dados, que
    sejam pertinentes no processo de tomada de
    decisões.

26
A necessidade dos SAD surgiu em decorrência de
diversos fatores
  • Competição cada vez maior entre as organizações
  • Necessidade de informações rápidas para auxiliar
    no processo de tomada de decisão
  • Disponibilidade de tecnologias de hardware e
    software para armazenar e buscar rapidamente as
    informações
  • Possibilidade de armazenar o conhecimento e as
    experiências de especialistas em bases de
    conhecimentos
  • Necessidade de a informática apoiar o processo de
    planejamento estratégico empresarial.

27
Aplicação de Suporte às Decisões
Monitoração do Desempenho Empresarial
Administração da cadeia de Suprimentos
Administração do Relacionamento com o Cliente
Funcionário /Gerente Cliente / Parceiro
Simulação Análise do tipo What if
Administração do conhecimento/ Inovação
28
Níveis de Decisões nos Negócios
29
Nível Estratégico
  • São aquelas que determinam os objetivos da
    organização como um todo. As decisões tomadas
    nesse âmbito determinarão como a empresa se
    relacionará com o ambiente. Tarefa exclusiva da
    alta gerência.
  • Ex Fabricar biscoitos
  • Decisões Não Estruturadas - envolvem situações de
    decisão onde não é possível especificar de
    antemão a maioria dos procedimentos de decisão a
    serem seguidos.
  • Tomadores de Decisão Estratégica - exigem
    relatórios mais resumidos, especiais e não
    programados, previsões e inteligência externa
    para apoiar suas responsabilidades de
    planejamento não estruturado e de políticas.

30
Nível Tático
  • São as decisões tomadas em um nível abaixo das
    estratégicas. Tomadas pela gerência
    intermediária, como gerentes de divisão ou
    departamento.
  • Mais específicas e concretas do que as decisões
    estratégicas e mais voltadas para a ação.
    (sabores de biscoitos que serão fabricados)
  • Decisões Semi-estruturadas - alguns procedimentos
    de decisões podem ser pré-especificados, mas não
    o suficiente para levar a uma decisão definitiva.
  • Tomadores de Decisão Tática exigem informações
    tanto em nível operacional como em nível
    estratégico para apoiar suas responsabilidades de
    tomada de decisões semi-estruturadas.

31
Nível Operacional
  • São tomadas no nível mais baixo da empresa e se
    referem ao curso de operações diárias.
  • Ex. estabelecer cronograma de produção e
    determinar nível de matéria-prima ideal. (meta de
    produzir 500 pacotes de biscoito por hora).
  • Decisões Estruturadas situações em que os
    procedimentos a serem seguidos quando é
    necessária uma decisão podem ser especificados de
    antemão.
  • Tomadores de Decisão Operacional exigem
    relatórios internos mais pré-especificados
    enfatizando comparações detalhadas de dados
    históricos e atuais que apóiem suas
    responsabilidades mais estruturadas em operações
    diárias.

32
Sistemas de Apoio às Decisões
Modelos Analíticos de Sistemas de Apoio
às Decisões
Análise do tipo e-se
Análise de Sensibilidade
Análise de Busca de Metas
Análise de Otimização
33
Modelo de Análise Analítica
  • E Se What If
  • Atividades
  • Observar como as mudanças de variáveis
    selecionadas afetam outras variáveis.
  • Exemplo
  • Se houver uma redução de 10 no volume de
    resíduos dispostos no aterro sanitário? O que
    acontecerá com a vida útil?

34
Modelo de Análise Analítica
  • Sensibilidade
  • Atividades
  • Observar como mudanças repetidas em uma única
    variável afetam outras variáveis.
  • Exemplo
  • Supor um aumento de 10 ao mês no volume de
    plásticos repetidas vezes para analisar a demanda
    para um mercado futuro.

35
Modelo de Análise Analítica
  • Busca de Metas
  • Atividades
  • Fazer repetidas mudanças em variáveis
    selecionadas até que uma variável escolhida
    alcance um valor alvo.
  • Exemplo
  • Qual deve ser a taxa de desvio que a coleta
    seletiva deve proporcionar para que a vida útil
    do aterro sanitário seja incrementada mais 5
    anos?

36
Modelo de Análise Analítica
  • Otimização
  • Atividades
  • Encontrar um valor ótimo para variáveis
    selecionadas, dadas certas restrições.
  • Exemplo
  • Descobrir qual a quantidade de resíduos sólidos
    recicláveis que a coleta seletiva deve conseguir
    para garantir uma remuneração média de R 400,00
    aos cooperados, considerando os preços de vendas
    atuais dos resíduos.

37
Etapas no Processo de Decisão
  • Análise situacional
  • Estabelecimento de padrões de desempenho
  • Geração de alternativas
  • Avaliação das conseqüências
  • Teste piloto e implementação
  • Avaliação e feedback.

38
Características de um SAD
  • Lidar com grandes quantidades de dados de
    diferentes fontes
  • Prover flexibilidade de relatório e de
    apresentação
  • Oferecer orientação gráfica e de texto
  • Suportar análise de drill down
  • Executar análises complexas e sofisticadas
  • Realizar comparações usando pacotes de softwares
    adequados
  • Executar análise de sensibilidade, simulações e
    atingir meta

39
Processamento Analítico On-line (OLAP)
  • É a capacidade dos SIG e dos SAD que permite aos
    gerentes e analistas examinarem e manipularem
    interativamente enormes quantidades de dados
    detalhados e consolidados, a partir de múltiplas
    perspectivas diferentes.

40
OLAP Envolve
  • Consolidação Envolve a agregação de dados. Isto
    pode envolver simples anexações ou agrupamentos
    complexos envolvendo dados inter-relacionados.
  • Drill-Down O OLAP pode seguir na direção inversa
    e automaticamente exibir os dados detalhados que
    compõem os dados consolidados. Relatórios que
    podem ser detalhados em níveis. Ex relatório
    geral de vendas nacional pode ser detalhado por
    região, por estado, etc.
  • Slicing and Dicing (fatiar em cubos) Considera
    os bancos de dados a partir de diferentes pontos
    de vista. Geralmente é executado ao longo de um
    eixo de tempo a fim de analisar tendências e
    descobrir padrões.

41
Processamento Analítico Online
Os dados são recuperados de bancos de dados
empresariais e preparados em um banco de dados
multidimensional de OLAP
Bancos de dados de negócios
Cliente PC
Banco de dados multidimen- sional
  • Bancos de dados
  • operacionais
  • Data marts
  • Data warehouse

Software de OLAP
42
Portais Corporativos de Informação e SAD
Internet
Extranet
Intranet
Gateway Portal Corporativo de Informação
Interface Corporativa do Usuário do Portal de
Informação
Agentes de Busca
OLAP
Data Mining
Gerenciamento de Conhecimento
SAD
Modelagem E-se (What-If) de Sensibilidade de
Busca de Metas Otimização
Funções de Gerenciamento do Banco de Dados
Data Mart
Outras Aplicações Empresariais
Banco de Dados Operacional
Banco de Dados Analítico
Base de Conhecimento
43
Planejamento de Recursos Empresariais
ERP é um sistema interfuncional que atua como uma
estrutura para integrar e automatizar os
processos de negócios que devem ser realizados
pelas funções de produção, logística,
distribuição, contabilidade, finanças e de
recursos humanos de uma empresa. O ERP fornece
rapidamente informação vital sobre o desempenho
da empresa para que os gerentes melhorem sua
capacidade para tomar as melhores decisões pela
empresa em todas as suas atividades.
44
Planejamento de Recursos Empresariais
Logística Integrada
Planejamento da Produção
Vendas Distribuição, Controle de Pedidos
Cliente / Funcionário
Contabilidade e Finanças
Recursos Humanos
45
Administração do Relacionamento com o Cliente
O CRM é descrito como uma aplicação
interfuncional de e-business que integra e
automatiza os processos de atendimento ao cliente
em vendas, marketing direto, contabilidade e
gerenciamento de pedidos e suporte ao cliente. Os
sistemas de CRM consistem numa família de módulos
de software que executam as atividades
empresariais envolvidas nos procedimentos de
contato com o público. O software de CRM fornece
as ferramentas que permitem que uma empresa e
seus funcionários prestem rapidamente um serviço
acessível, seguro e uniforme a seus clientes.
46
Administração do Relacionamento com o Cliente
Programas de fidelidade e retenção
Marketing e Satisfação
  • Vendas
  • vendas cruzadas
  • crescimento das vendas
  • televendas

Cliente
Atendimento de campo e de frente de loja
Apoio e atendimento ao cliente
Administração de Contato
47
Administração do Relacionamento com o Cliente
Vantagens do gerenciamento do relacionamento com
o cliente O CRM permite que uma empresa
identifique e escolha seus melhores clientes os
mais lucrativos para a empresa para poder
mantê-los como clientes duradouros de serviços
maiores e mais lucrativos. O CRM possibilita
personalização em tempo real de produtos e
serviços com base em desejos, necessidades,
hábitos de compra e etapas de desenvolvimento do
cliente. O CRM possibilita que uma companhia
desenvolva uma relação consistente com o cliente,
além de serviço e suporte superiores em todos os
contatos que o cliente tenha com ela.
48
Administração do Relacionamento com o Cliente
  • Pesquisas
  • Custa seis vezes mais vender a um novo cliente
    que a um cliente antigo.
  • Normalmente, um cliente insatisfeito com a
    empresa contará sua má experiência para oito a
    dez pessoas.
  • Uma companhia pode aumentar seus lucros em 85
    aumentando sua retenção anual de clientes em
    apenas 5.
  • As chances de vender um produto a um novo
    cliente são de 15, enquanto as chances de vender
    a um cliente existente são de 50.
  • 70 dos clientes insatisfeitos farão novamente
    negócios com a empresa, caso ela corrija seu erro
    rapidamente.

49
Administração da Cadeia de Suprimentos
  • As companhias estão reestruturando os processos
    de sua cadeia de suprimentos, apoiadas em
    tecnologias da Internet e em software de
    gerenciamento da cadeia de suprimentos. O
    objetivos do gerenciamento da cadeia de
    suprimentos são
  • Dar ao cliente o que ele deseja
  • Dar ao cliente o que ele desejar e onde ele
    desejar
  • Dar aos clientes o que eles desejam, onde
    desejam e pelo menor custo possível.

50
Administração da Cadeia de Suprimentos
Ciclo da cadeia de Suprimentos
Progra- mação
Fabri-cação
Enco- menda
Entrega
Planejamento da demanda
Contrato de encomenda
Planejamento da produção
Processos Operacionais de SCM
Programação futura
Planejamento da distribuição
Planejamento do transporte
Solução Integrada de SCM
Administração Interconectada da Cadeia de
Suprimentos
51
Administração da Cadeia de Suprimentos
  • A META DO SCM É
  • Reduzir custos
  • Aumentar a eficiência
  • Ampliar os lucros
  • Melhorar os tempos de ciclos da cadeia de
    suprimentos
  • Melhorar o desempenho nos relacionamentos com
    clientes e fornecedores
  • Desenvolver serviços de valor adicionado que dão
    a uma companhia uma vantagem competitiva.

52
Resumo do Capítulo (cont.)
  • Um sistema de processamento de transações (SPT) é
    um sistema de informação que processa dados que
    resultam da realização de transações comerciais
    cotidianas.
  • Os sistemas de Informações gerenciais (SIG)
    tradicionais apóiam funções empresariais
    específicas tais como marketing, contabilidade,
    finanças, produção / operações, e administração
    de recursos humanos.
  • Os sistemas de informação de marketing apóiam
    processos tradicionais e de e-commerce e a
    administração da função de marketing.

53
Resumo do Capítulo (cont.)
  • Os sistemas de manufatura ou industrial ajudam
    uma empresa a simplificar, automatizar e integrar
    muitas das atividades necessárias para a rápida
    produção de produtos de alta qualidade que
    atendam à demanda dos clientes.
  • Os sistemas de recursos humanos apóiam a
    administração de RH da organização.Devido à
    Internet não ser uma rede segura, medidas
    especiais de segurança devem ser tomadas para
    proteger as informações sensíveis.

54
Resumo do Capítulo (cont.)
  • O OLAP é utilizado para analisar relacionamentos
    complexos entre grande quantidade de dados
    armazenados em bancos de dados multidimensionais.
    O Data mining analisa grande quantidade de dados
    históricos contidos em vários bancos de dados.
  • Os sistemas de apoio à decisão são sistemas de
    informação interativos computadorizados, que
    utilizam software de SAD e modelos de referência
    para fornecer informações ao apoio da tomada de
    decisões semi-estruturadas e não-estruturadas.

55
Resumo do Capítulo
  • Os sistemas de apoio às decisões nas empresas
    estão mudando. O crescimento de intranets
    corporativas, de extranets e de outras
    tecnologias de rede aumentaram a demanda por uma
    multiplicidade de técnicas que operam em rede,
    personalizadas e preventivas, para apoiar os SAD.
  • Os sistemas de informação devem apoiar muitas
    decisões e níveis da tomada de decisão gerencial.
    Estes englobam os níveis de atividade
    administrativa estratégica, tática e operacional.
About PowerShow.com