Apresenta - PowerPoint PPT Presentation

Loading...

PPT – Apresenta PowerPoint presentation | free to download - id: 82c3dc-NGEwN



Loading


The Adobe Flash plugin is needed to view this content

Get the plugin now

View by Category
About This Presentation
Title:

Apresenta

Description:

Apresenta o: Aprendizagem da organiza o e do individuo como um processo para alavancar o conhecimento nas organiza es Influencia da G. C. no processo de ... – PowerPoint PPT presentation

Number of Views:30
Avg rating:3.0/5.0
Slides: 87
Provided by: XP153
Learn more at: http://www.joinville.udesc.br
Category:

less

Write a Comment
User Comments (0)
Transcript and Presenter's Notes

Title: Apresenta


1
  • Apresentação
  • Aprendizagem da organização e do individuo como
    um processo para alavancar o conhecimento nas
    organizações
  • Influencia da G. C. no processo de inovação das
    organizações

2
  • Apresentação
  • Como aplicar gestão do conhecimento nas
    organizações

3
Gestão do Conhecimento Dimensão Sistema de
Informação
4
As redes como tecnologia de apoio à gestão do
conhecimento
5
Gestão do Conhecimento
Coleção de processos que governa a criação,
disseminação e utilização do conhecimento para
atingir plenamente os objetivos da organização."
Tom Davenport
Disciplina que promove, com visão integrada, o
gerenciamento e o compartilhamento de todo ativo
de informação possuído pela empresa, em
documentos, pessoas, etc."
Gartner Group
6
A tecnologia como fator-chave na gestão do
conhecimento
  • A gestão do conhecimento é entendida como um
    conjunto de atividades responsáveis por criar,
    armazenar,disseminar e utilizar eficientemente o
    conhecimento na organização

7
Caos
  • Toda empresa tende para o caos.
  • O Presente, o passado e o futuro depende do que
    está ou não documentado.

8
Paradigma Da Ciência Moderna
  • Se mexer, pertence a biologia.
  • Se feder, pertence a química.
  • Se não funcionar, pertence a física ou
    administração.
  • Se ninguém entende, é matemática.
  • Se não faz sentido, é economia ou psicologia.
  • Se quando mexe, fede, não funciona, ninguém
    entende e não faz sentido, é informática. (Autor
    desconhecido)

9
A tecnologia como fator-chave na gestão do
conhecimento
  • Princípios fundamentais à compreensão da gestão
    do conhecimento nas organizações
  • o desenvolvimento e confiança, estímulos e
    recompensas são pressupostos para o
    compartilhamento do conhecimento
  • o conhecimento é criativo e deve ser estimulado a
    se desenvolver de formas inesperadas e
  • a tecnologia possibilita novos comportamentos
    ligados ao conhecimento

10
A tecnologia como fator-chave na gestão do
conhecimento
  • A tecnologia desempenha papel essencial na Era
    do Conhecimento
  • consistindo na adoção de ferramentas e métodos
    que objetivam facilitar a captação, a
    estruturação e a disseminação do conhecimento
    anteriormente desestruturado e disperso na
    organização ou restrito a poucas pessoas

11
A tecnologia como fator-chave na gestão do
conhecimento
  • Para as empresas de TI, o leque de tecnologia
    para apoiar a busca do DNA corporativo é amplo,
    embora ainda não haja empresas que liderem a
    oferta dessas tecnologias
  • a recuperação de informação da Internet, das
    redes corporativas e de outras fontes de dados
    é a mais importante

12
A tecnologia como fator-chave na gestão do
conhecimento
  • As tecnologias que apóiam a gestão do
    conhecimento em cadeias de suprimento no
    relacionamento entre empresa e cliente podem ser
    classificadas em cinco categorias, conforme suas
    funções
  • armazenamento de conhecimento
  • intercâmbio de dados
  • distribuição de informações
  • colaboração e criação de conhecimento

13
A tecnologia como fator-chave na gestão do
conhecimento
FUNÇÕES RELACIONADAS AO CONHECIMENTO E TECNOLOGIAS DE APOIO FUNÇÕES RELACIONADAS AO CONHECIMENTO E TECNOLOGIAS DE APOIO FUNÇÕES RELACIONADAS AO CONHECIMENTO E TECNOLOGIAS DE APOIO FUNÇÕES RELACIONADAS AO CONHECIMENTO E TECNOLOGIAS DE APOIO FUNÇÕES RELACIONADAS AO CONHECIMENTO E TECNOLOGIAS DE APOIO FUNÇÕES RELACIONADAS AO CONHECIMENTO E TECNOLOGIAS DE APOIO
Funções Armazenamento Intercâmbio Distribuição Colaboração Criação
Tecnologias de apoio bancos de dados Intercâmbio eletrônico de dados correio eletrônico groupware mineração de dados
Tecnologias de apoio sistemas de arquivos páginas da Internet BBS (Bulletin Board System) (Conexão) reunião eletrônica DDS (Diálogo Diário de Segurança)
Tecnologias de apoio sistemas legados FTP (File Transfer Protocol-ficheiro video-conferência redes neurais
Tecnologias de apoio repositórios de dados gestão de projetos agentes inteligentes
Tecnologias de apoio provedores de conhecimento Workflow (fluxo de trabalho)
Fonte LIN et al, 2002.
14
A tecnologia como fator-chave na gestão do
conhecimento
  • Uma empresa se torna verdadeiramente voltada para
    o conhecimento
  • quando se conscientiza e se envolve em um nível
    mais profundo, no qual se busca a informação por
    seu valor específico, e não apenas para
    automatizar atividades
  • A tecnologia é, simultaneamente, bem-vinda e
    motivo de atritos

15
A tecnologia como fator-chave na gestão do
conhecimento
  • Os gestores sustentam que a tecnologia é apenas
    uma ferramenta e não um fim em si mesmo
  • O ser humano é essencial à transmissão do
    conhecimento
  • Saber captar e administrar as atividades humanas
    contexto, experiência e interpretação é o que
    torna as tecnologias da informação apropriadas
    para lidar com o conhecimento

16
Novas tecnologias de Competitividade
17
Conceitos Iniciais
  • Trabalho
  • Século IV AC.- Grécia
  • Em uma pequena empresa, geralmente familiar, cada
    pessoa executava um determinado trabalho. Quando
    este trabalho tornava-se demasiado grande onde
    uma só pessoa não conseguia executá-lo, ocorria o
    que se chama de divisão do trabalho

18
Conceitos Iniciais
  • Trabalho
  • Revolução industrial 1750
  • Adam Smith em 1746 formaliza o conceito em seu
    trabalho, a divisão do trabalho em pequenas
    partes onde cada parte fosse desempenhada por uma
    só pessoa

19
Conceitos Iniciais
  • Trabalho
  • 1911 introduz o conceito de administração
    científica do trabalho
  • introdução do estudo do método e medição do
    trabalho o qual consiste no registro sistemático
    e no exame crítico dos métodos existentes e
    propostos de fazer o trabalho, como um meio de
    desenvolver e aplicar métodos mais fáceis e mais
    eficazes reduzindo o custo

20
Administração Cientifica
  • Adam Smith -1746 - Wealth of Notions
  • Divisão do Trabalho ? exercido por uma pessoa
  • Frederik Winslow Taylor Engenheiro americano
  • 1911 - Administração Científica
  • Modelo de administração
  • Administrar saber gritar, mandar, punir e
    ameaçar
  • Novo modelo de administração
  • Administrar organizar, delegar, premiar ,
    melhorar

21
Como é o organograma de sua Empresa?
Empresa Hierarquica S. A.
Presidente
Diretor Financeiro
Diretor Administrativo
Diretor Industrial
Diretor Comercial
Gerente
Gerente
Gerente
Gerente
Chefe
Chefe
Chefe
Chefe
de departamento
de departamento
de departamento
de departamento
Supervisor
Supervisor
Supervisor
Supervisor
22
Ou assim?
Organizações Matriciais S. A.
Presidente
Diretor Financeiro
Diretor Administrativo
Diretor Industrial
Diretor Comercial
Gerente
Gerente
Gerente
Gerente
Supervisor
Supervisor
Supervisor
Supervisor
Projeto A
Projeto B
Projeto C
23
Ou Ainda, Assim
24
Processo
  • Economia de mercado.
  • E o que cria resultados que a empresa fornece aos
    clientes.

Processo
25
Economia
  • Velha
  • Bens
  • Transações
  • Atrair clientes
  • Foco no produto
  • Valor da marca
  • Nova
  • Serviços
  • Relações
  • Reter clientes
  • Foco no cliente
  • Valor do cliente

26
Economia Do Cliente
  • Proporcione uma experiência integral em seu
    relacionamento com o cliente.
  • Crie conhecimento ou memória institucional.
  • Explore o poder do auto-atendimento.
  • Crie formas dos clientes acessarem suas
    informações a hora que desejarem.
  • Crie indicadores centrados nos clientes.
  • Meça o que é importante para os clientes.

27
O Processo
  • Passou a ser focado a partir de 1995 Michael
    Hammer , James A. Champy Reengineering the
    Corporation.
  • Nova abordagem que preconiza que antes de tentar
    organizar um processo pelo emprego de tecnologias
    devemos recria-lo Completamente.
  • Normas ISO normas da qualidade.

28
Reengenharia
  • Criador da Reengenharia Michael Hammer -
    Analista de Sistemas
  • Escreveu artigo no início dos anos 90 com o
    título Não arrume, destrua
  • Em 1994 juntou-se ao administrador James Champy e
    escreveu o livro Reengineering the Corporation
    A Manifesto for Business Revolution.
  • O que é Reengenharia?
  • Consiste em repensar a organização com modelos
    de ponta que utilizam tecnologia da informação,
    esquecendo os problemas atuais e focalizando a
    reestruturação em novos processos.

29
Mapear os processos
  • O remédio certo para um problema só pode ser
    aplicado após um diagnóstico correto

30
Processo (Do Lat. Processu)
  • 1. Ato de proceder, de ir por diante Seguimento,
    curso, marcha
  • 2. Sucessão de estados ou de mudanças
  • 3. Maneira pela qual se realiza uma operação,
    segundo determinadas normas Método, técnica
  • Processo manual Processo mecânico.

31
Processo
  • Um processo é um conjunto de recursos e
    atividades que transforma insumos em produtos.
    Uma vez que para haver um efeito (produto) são
    necessárias causas, podemos entender o processo
    como um conjunto de causas. (Floriano Gurgel)

32
Divisões do processo
PROCESSO
SUBPROCESSO
SUBPROCESSO
ATIVIDADE
ATIVIDADE
PROCEDIMETOS
TAREFAS
33
Processos
Sub-processos
Atividades
Entradas
Saídas
Tarefas
34
Processo Economia De Mercado
Método
Processo
Resultado
Input
Recursos
35
Identificação e captura contínua e de forma
sistemática de oportunidades de melhoria
Profissional da Informática
Produtos e Serviços
Cliente
Recursos
Valor
Recursos Utilizados Processos
Valor do Serviço
Satisfação do cliente Resultado
36
Competência Em Processo
37
Competência Em Processo
Produtos
Processos de Negócio
Tecnologia
  • Máquinas

Habilidades
Organização
Recursos
  • Equipamentos

Recursos
38
Competência Em Processo
  • Planejamento

Produtos
  • Meta

Processos de Negócio
Tecnologia
  • Método

Organização
Habilidades
Recursos
  • Metodologia

Organização
39
Método
  • Método. Meta hodos
  • Do grego Méthodos, 'caminho para chegar a um
    fim'.
  • Caminho pelo qual se atinge um objetivo.
  • Programa que regula previamente uma série de
    operações que se devem realizar, apontando erros
    evitáveis, em vista de um resultado determinado.
  • Processo ou técnica de ensino método direto.
  • Modo de proceder Maneira de agir Meio.

40
Método
  • O detalhamento das tarefas, além de permitir a
    execução da atividade, serve para racionaliza-la,
    pois o ocupante de um posto, muitas vezes, agrega
    uma serie de tarefas que nada tem a ver com a
    atividade que desempenha, desviando o foco e
    tornando a operação da atividade difícil, cara,
    complicada e lenta. ? custo

41
Competência Em Processo
Produtos
  • Conhecimento
  • Crenças
  • Costumes
  • Vivência

Processos de Negócio
Tecnologia
Habilidades
Organização
Recursos
Habilidades
42
Competência Em Processo
  • Conhecimento
  • De que processo participa?
  • De que maneira seu processo cria valor para o
    cliente?
  • Como você contribui para a criação deste valor?
  • Qual indicador avalia o desempenho de seu
    processo?
  • Qual a situação deste indicadores?

Produtos
Processos de Negócio
Tecnologia
Habilidades
Organização
Recursos
Habilidades
43
Competência Em Processo
  • Conhecimento
  • Como avaliar o desempenho do seu trabalho?
  • Quais outros processos se relacionam com o seu?
  • Como você interfere neles e eles no seu?
  • Quais atividades podem melhorar seu processo?

Produtos
Processos de Negócio
Tecnologia
Habilidades
Organização
Recursos
Habilidades
44
Indicador De Desempenho
  • Dados e fatos
  • Orientados para os resultados do negócio
  • Direcionado a entrega de Valor ao cliente
  • Associados aos Subprocessos chaves do negócio

45
Como Controlar Processo?
  • TQM Total Quality Management Gerenciamento
    Total da Qualidade
  • KAIZEN
  • AUTOMAÇÃO.

46
Automatizar
  • Negócios e tecnologia devem andar junto de forma
    simbiótica e não brigando entre si. (Thomas H.
    Davemport, 2002)
  • GED. (gestão eletrônica de documentos)
  • E-forms (formulário eletrônico)
  • Workflow. (processo)
  • Portal.

Processo
47
Gestão Eletrônica de Documentos - GED
  • é o nome genérico de uma série de tecnologias as
    quais estão voltadas para a captação,
    transformação e armazenamento de documentos em
    papel, imagens, sons, textos, mapas,
    fotografias, desenhos arquitetônicos etc.
    (documentos analógicos), em dados eletrônicos,
    isto é, que possam ser armazenados em algum tipo
    de mídia eletrônica ou ótica.

48
GED
  • Porque?
  • Um arquivo de aço
  • 2.500 folhas de papel.
  • Custo R 150,00
  • Um CD-ROM
  • 320 mil páginas
  • 10 mil imagens
  • Custo R 2,00

49
GED
  • Tecnologias
  • Gerenciamento de Documentos Digitais.
  • Gerenciamento de Imagem de documentos.
  • Gerenciamento do ciclo de vida do documento
  • Criação
  • Armazenamento
  • Processamento
  • Manutenção
  • Disponibilização
  • Descarte

50
GED
  • Tecnologias
  • Forms Processing
  • Reconhece informações nos formulários e
    relaciona-os com campos de banco de dados.
  • Reconhecimento óptico de caracteres Caracteres
    digitados.
  • Reconhecimento inteligente de caractere
    Caracteres Manuscritos.
  • Computer Output Laser Disc - COLD
  • Armazenamento de documentos em meio óptico.

51
GED
  • Tecnologias
  • Enterprise Report Management - ERM
  • Geração e gerenciamento de relatórios na forma
    digital.
  • Gerenciamento do Fluxo de Trabalho Gerenciamento
    de Processo - Workflow.
  • Tecnologia que permite gerenciar qualquer
    processo de negócio da empresa.

52
Portais
  • Estrutura WEB que permite, através de um ponto
    único , a uma organização transmitir seus
    objetivos em nível tático, estratégico ou
    operacional a seus funcionários (intranet) e sua
    cadeia de valor (extranet , internet).

53
Portais
  • Portais Corporativos
  • Portal de relacionamento
  • Intranet
  • Extranet
  • Portal de Normas
  • Portal do conhecimento
  • Portal da Qualidade
  • Portal de Conteúdo

54
Portais Corporativos
  • Tecnologias
  • E-Coloboration
  • Interação dos integrantes da cadeia de valores
    nos processos comuns.
  • Gestão do conhecimento
  • Identificar e mapear ativos intelectuais ligados
    a empresa
  • Gerar novos conhecimentos obtendo vantagem
    competitiva no mercado
  • Tornar acessivel grandes quantidades de
    informação
  • Compartilhar melhores práticas e a tecnologia.

55
Portais Corporativos
  • Tecnologias
  • E-Learning
  • Aprendizagem empresarial através da internet.
  • Trabalho Colaborativo
  • Habilita as pessoas a estarem juntas on-line como
    um grupo, comunicando-se em tempo real de forma
    direta.
  • Proporciona quebra de barreiras geográficas.
  • Melhora o fluxo de trabalho interdepartamental
  • Troca de informações com parceiros de negócio e a
    cadeia de valores

56
Portais Corporativos
  • Funcionalidades
  • Indexação
  • Permite o acesso a documentos de forma rápida
  • Busca
  • Aplicativos
  • Permite o acesso a sistemas e bases de dados
  • Treinamento on-line
  • GroupWare
  • Permite a troca de e-mail entre os usuários
  • Permite aos usuários contactarem-se on-line
    (chat)
  • Permite os usuários coloborarem entre si
  • Video conferencia

57
Legado de Taylor
  • O principal Problema que as organizações
    enfrentam quanto a entender e executar processos
    resulta do fato de que elas são estruturadas em
    funções. Se estiverem estruturadas e orientadas
    para processos, além de entendê-los com maior
    facilidade, todas as pessoas saberiam com
    segurança seus papeis e responsabilidades e os
    resultados esperados de cada um.

58
Automação de Processos
59
Visão do cliente
  • Complicado
  • Burocrático
  • Demorado
  • Impositivo
  • Falha de comunicação
  • Commoditie
  • Sou mais um

60
Visão da Empresa
  • Segurança
  • Transparência
  • Normas
  • Rentabilidade
  • Competitividade
  • Clientes

61
Visão da Águia
62
Visão da Águia
Empresa
Insumos
Produtos
63
Visão da Galinha
64
Visão da Galinha
Insumos
Clientes
65
A Internet e a gestão do conhecimento
  • Na década de 1990, a Internet rompeu barreiras
    importantes e tornou-se uma realidade para
    milhões e pessoas
  • A Internet é uma meta-network internacional de
    redes computacionais colaborativas
    multiprotocolos, interconectadas, que suportam a
    colaboração de milhares de organizações
  • Como uma meta-rede, o sucesso da Internet não
    reside em nenhum elo, mas na interligação entre
    ele

66
  • Na gestão do conhecimento, e em consonância com
    as características das redes, a Internet vem
    servindo
  • por um lado, como base para diversos programas e
    ambientes que propiciam a captação, o
    armazenamento e a difusão do conhecimento
  • por outro, o seu potencial de comunicação por
    meio de terminais on-line favorece a interação
    dos indivíduos organizacionais, colaborando para
    a criação do conhecimento

67
  • A Internet impõem novas formas de organização que
    incluem desde os relacionamentos mais próximos
    com fornecedores e clientes até a integração
    virtual da empresa com outras entidades
  • Na utilização da Internet há o problema de
    julgamento do conhecimento disponibilizado, uma
    vez que o volume de peças informacionais é
    elevado e pode obscurecer o que é realmente
    relevante

68
  • Dentro da empresa
  • Páginas amarelas ou mapas do conhecimento
  • são bancos de dados on-line de colaboradores
    portadores do conhecimento, acessíveis a todos os
    usuários para pesquisa, localização e comparação
    de fontes potenciais do conhecimento
  • podem ser editados com freqüência, mantendo-se
    sempre atualizados
  • seu principal objetivo e benefício mais
    evidente é indicar às pessoas da empresa para
    onde ir quando necessitarem de determinado
    conhecimento
  • também servem como ferramenta para avaliação do
    estoque de conhecimento corporativo, revelando os
    pontos fortes a serem explorados e as lacunas a
    serem preenchidas

69
  • Dentro da empresa
  • Repositório de conhecimento
  • são conjuntos de conhecimentos explícitos
    (estruturados, formatados) obtidos de fontes
    internas e externas
  • as empresas estão criando repositórios de
    conhecimento interno de produtos, conhecimento de
    marketing e conhecimento de clientes, entre
    outros
  • A Internet é um exemplo, que dispõe de uma gama
    inesgotável de informações e supera a assimetria
    e o caráter localizado do conhecimento
  • Exemplos de ferramentas para gestão de
    repositórios de conhecimento utilizando
    tecnologias da Internet intranets e World Wide
    Web

70
  • Dentro da empresa
  • Workflow
  • é a tecnologia que possibilita automatizar
    processos, racionalizando-os e potencializando-os
    por meio de dois componentes organização e
    tecnologia
  • permite à organização sistematizar o fluxo de
    documentos, tornando acessível aos colaboradores
    o conhecimento de uma rotina
  • a rede pode transportar o conhecimento de um
    processo inteiro de trabalho, como no caso do
    workflow, democratizando rotinas antes restritas
    a uma pessoa ou setor

71
Workflow
  • Ferramentas que tem por finalidade automatizar
    processos, racionalizando-os e, conseqüentemente,
    aumentando sua produtividade por meio de dois
    componentes implícitos organização e tecnologia.

72
Organização
Tecnologia
73
Workflow
  • Fluxo de trabalho automatizado ?
  • Diminui os gastos
  • Aumenta a produtividade
  • Aumenta os resultados positivos
  • Aumenta a credibilidade da empresa

74
Workflow
  • Fluxo de trabalho automatizado ?
  • Aumenta a eficiência e a qualidade dos processos
  • Aumenta as taxas de produtividades para taxas
    próximas a 80
  • Cuidado!!!! Pois, ao tentar informatizar um
    processo, podemos estar apenas informatizando
    não o melhor dos processos e isto poderá
    contribuir para o aumento das entropias (caos).

75
Workflow
  • Fins específicos
  • E-mail
  • Documentos são trabalhados pela atividade
  • Imagem, som, texto, hipertexto
  • Baseado em transação
  • Envolve grande quantidade de dados, políticas de
    negócios, recursos financeiros em grande escala.

76
Workflow
  • Orientado a rotinas administrativas
  • E-mail
  • Formulários (eletrônicos)
  • Ferramentas para criação de formulários, rotear
    formulários, interação com os formulários,
    ferramentas para notificação.

77
Workflow
  • Orientado a Objeto
  • Correio Eletrônico
  • Orientado para documentos
  • Orientado para processos
  • Emcapsulamento, direito de herança, integridade
    referencial, procedimentos compostos, Bibliotecas
    procedurais, tratamento de ícones.

78
Workflow
  • Baseado no Conhecimento.
  • Aprender com seus próprios erros
  • Desenvolvido com técnicas estatísticas,
    heurísticas, inteligência artificial,os mesmos
    princípios de reconhecimento de padrões com que
    são construídas as redes neurais. (tecnologia
    ainda não disponível)

79
  • Dentro da empresa
  • Intranets
  • são redes privadas e completas que permitem o
    gerenciamento de informações necessário à
    organização por meio de processos e protocolos de
    Internet
  • os recursos de hipertexto das intranets criam a
    possibilidade de capturar pelo menos uma fração
    significativa do conhecimento dos especialistas,
    explicitando o conhecimento tácito

80
  • Dentro da empresa
  • Intranets
  • possibilita maior aproveitamento da inteligência
    da empresa, permitindo que os usuários criem,
    acessem e distribuam informações com facilidade
  • pode tornar-se solo fértil para experiências com
    novas idéias, produtos e serviços novos antes que
    sejam encaminhados para os clientes

81
  • Entre a empresa e seus clientes e fornecedores
  • As fontes de conhecimento entre empresa e
    clientes são categorizadas em sete
    relacionamentos funcionais na cadeia de
    suprimentos
  • design e desenvolvimento
  • pré-venda
  • venda
  • manufatura
  • distribuição
  • serviço e fornecimento e
  • finanças
  • O conhecimento é distinguido em estruturado
    formalmente (conhecimento explícito) e
    estruturado informalmente (conhecimento implícito
    em processos ou na mente das pessoas)

82
  • clientes e fornecedores Entre a empresa e seus
  • EDI (intercâmbio eletrônico de dados)
  • é uma forma de as empresas se conectarem a seus
    revendedores e, por meio dela, dados empresariais
    podem ser intercambiados quase instantaneamente,
    aumentando as opções de decisão
  • trata-se da transmissão eletrônica de documentos
    através de conexões ponto a ponto, utilizando um
    conjunto de mensagens, elementos de dados e
    formulários padronizados
  • a comunicação direta e automatizada propiciada
    por EDI permite atualizar constantemente os dados
    entre intermediários e empresa, bem como planejar
    e prever com maior exatidão o tempo e a
    quantidade e reposição, períodos de entrega,
    entre outros

83
  • Entre a empresa e seus clientes e fornecedores
  • Extranet
  • pode ser definida como uma rede que combina os
    protocolos Transmission Control e Internet,
    interligando colaboradores e outro parceiros
    comerciais de uma organização
  • é uma rede de negócio para negócio, que utiliza
    padrões abertos
  • a troca eletrônica de informações com
    fornecedores, varejistas ou parceiros em geral
    pode agilizar a transmissão de dados,
    descentralizar atividades e transferir
    competências dos fornecedores
  • Ling e Yen agruparam as aplicações de extranet em
    algumas categorias

84
  • Entre a empresa e seus clientes e fornecedores
  • Extranet
  • Ling e Yen agruparam as aplicações de extranet em
    algumas categorias
  • vendas e marketing (informações atualizadas para
    clientes e vendedores da empresa, informações
    sobre a concorrência, especificações de produtos,
    preço, programações de vendas e apresentações de
    vendas úteis na prospecção de vendas do produto
  • desenvolvimento de produto (gestão de projetos de
    desenvolvimento de produtos, informações dos
    canais de marketing e do mercado sobre produtos
    atuais, necessidade e desejos, reclamações,
    características principais dos produtos
    concorrentes etc.)

85
TRABALHO EM EQUIPE
Com base no contexto apresentado e discutido,
apresente um programa de Gestão do conhecimento
alinhado com o sistema de Informação na sua
empresa ( caso existe, discuta os pontos
relevantes do programa, seus pontos fortes e
fracas). Destacar também as melhores técnicas e
ferramentas de modo a confirmar a aplicação da
gestão do conhecimento na empresa. Se a
empresa ainda não estiver inserida na nova
concepção da gestão do conhecimento, qual seria a
sua orientação para implementar a GC pode ser
até mesmo em um departamento.
85
86
TRABALHO EM EQUIPE
1 Equipe - A INFLUÊNCIA DOS SISTEMAS DE
INFORMACÃO PARA GERAÇÃO E DISSIMINAÇÃO DO
CONHECIMENTO.
1 Equipe - GESTÃO DO CONHECIMENTO E A TEORIA DAS
ORGANIZAÇÕES 
86
About PowerShow.com