Comiss - PowerPoint PPT Presentation

Loading...

PPT – Comiss PowerPoint presentation | free to download - id: 7d088f-MDYxM



Loading


The Adobe Flash plugin is needed to view this content

Get the plugin now

View by Category
About This Presentation
Title:

Comiss

Description:

Comiss o do Repensando a Feira Relat rio e Encaminhamentos – PowerPoint PPT presentation

Number of Views:6
Avg rating:3.0/5.0
Slides: 53
Provided by: Cama79
Learn more at: http://www.camaradolivro.com.br
Category:
Tags: comiss

less

Write a Comment
User Comments (0)
Transcript and Presenter's Notes

Title: Comiss


1
Comissão do Repensando a Feira
  • Relatório e Encaminhamentos

2
  • Que seja inserido, entre os objetivos da Feira, o
    seguinte Garantir a acessibilidade universal, no
    recinto da Feira, e a inclusão social, através do
    fomento da leitura.
  • Este objetivo foi inserido nos projetos
    elaborados para a LIC e a Lei Rounet.

3
  • Que se busquem outras fontes de recursos,
    diminuindo-se a vulnerabilidade da Feira com
    relação às leis de incentivo à Cultura.
  • Moção aprovada

4
  • Que se verifique a possibilidade de captação de
    patrocínios específicos para ações de inclusão
    social e para garantir a acessibilidade universal
    no recinto da Feira.
  • Moção aprovada.

5
  • Que se verifique a possibilidade de se criar um
    braço captador para a Feira, talvez uma fundação,
    que permita receber, de forma permanente,
    patrocínios de organizações e doações de pessoas
    físicas, como ocorre no caso do projeto
    Multipalco do Theatro São Pedro.
  • A comissão organizadora está estudando o estatuto
    da Fundação Feira do Livro de Ribeirão Preto e a
    legislação relativa às oscips, em busca de uma
    solução para esta questão.

6
  • Que se invista no treinamento dos associados para
    que tirem maior proveito da sua participação na
    Feira, eventualmente mediante a realização de
    cursos preparatórios em parceria com o SENAC e o
    Sebrae.
  • A comissão organizadora está em tratativas com
    Senac e Sebrae para a realização do treinamento
    sugerido.

7
  • Que se desenvolva trabalho de endomarketing,
    visando qualificar a relação da CRL com seus
    associados.
  • Está sendo contratado profissional para elaborar
    e implementar plano de comunicação integrada para
    a CRL, com o que esta questão será contemplada.

8
  • Que se realize, na etapa prévia ou nos primeiros
    dias da Feira, encontro de negócios e fórum de
    debates de atualização profissional com a
    participação de profissionais do mercado livreiro
    nacional.
  • Esta sugestão está sendo analisada pela comissão
    organizadora.

9
  • Que se crie premiação para os associados que se
    destaquem de alguma forma em sua participação na
    Feira.
  • Moção aceita. A comissão organizadora decidiu
    instituir prêmio para destacar os melhores
    expositores das áreas Geral, Internacional e
    Infantil e Juvenil, que, além de troféu, terão
    desconto equivalente ao valor da primeira barraca
    da Área Geral, para sua participação na próxima
    edição da Feira.

10
  • Que cada associado possa participar somente com
    um ponto de venda na Feira.
  • A moção não foi aceita pelo risco de
    empobrecimento da oferta de livros, na Área
    Infantil, neste momento.

11
  • Que se setorize a Feira, localizando-se área
    opcional para os sebos onde se encontram,
    atualmente, as barracas 36,37 e de 40 a 45, e
    para os livros acadêmicos, técnicos e
    profissionais na Avenida Sepúlveda antes da Praça
    de Autógrafos.
  • Moção aceita. Estão sendo previstas os dois
    setores no layout da Feira e já foram realizadas
    reuniões com os associados que comercializam
    estes tipos de livros, que estão colaborando com
    sugestões para que estes espaços se tornem novas
    atrações da Feira.

12
  • Que, após as definições do Projeto Monumenta, o
    mapa final da Praça e o estudo de localização das
    barracas seja apresentado aos associados.
  • Moção aprovada.

13
  • Que se adote a possibilidade de compartilhamento
    de barracas para empresas da mesma categoria e
    com carência cumprida e que as editoras que
    participem nessas condições comercializem apenas
    livros do seu catálogo.
  • Moção aprovada apenas para editoras.

14
  • Que as editoras que pretendam comercializar
    livros de terceiros em barraca individual
    comprovem que trabalham com esse tipo de obras
    durante todo o ano.
  • Moção aprovada.

15
  • Que a lista de livros mais comprados seja
    divulgada somente no final da Feira, como ocorreu
    em 2009.
  • Moção aprovada.

16
  • Que se utilizem sacolas de material
    oxibiodegradável para a entrega de livros ao
    público.
  • Isto não será possível, devido ao alto preço
    deste material, mas se estudará a possibilidade
    de produção de sacolas de tecido, com preço
    baixo, para que os associados interessados
    adquiram, pelo custo, e disponibilizem para
    clientes especiais.

17
  • Que a operação da lojinha da Feira seja entregue
    a entidade social, mediante pagamento de
    comissão.
  • Moção não foi aprovada.

18
  • Que se defina o percentual do orçamento que deve
    ser destinado a cada grupo de custos.
  • Moção aprovada.

19
  • Que se busquem espaços na mídia nacional.
  • Esta questão será prevista no plano de
    comunicação integrado a ser elaborado
    proximamente.

20
  • Que se trate de tornar a divulgação da
    programação mais clara, no Guia da Feira e nos
    demais materiais impressos.
  • Moção aprovada.

21
  • Que se realize treinamento sobre comunicação e
    atendimento, para os titulares das empresas
    associadas, na etapa prévia à Feira.
  • Moção aprovada.

22
  • Que se defina estratégia de divulgação direta e
    analise a conveniência ou não de se manter a
    revista da Feira, que eventualmente poderia ser
    substituída por outros impressos. Que a revista
    da Feira, se mantida, seja considerada publicação
    institucional e distribuída em âmbito nacional
    desde ao menos um mês antes da Feira.
  • O plano de Comunicação Integrada preverá ações de
    divulgação direta. A revista será mantida, com
    caráter institucional e publicação antecipada e
    será definida estratégia de distribuição em
    âmbito nacional. Será estudada a possibilidade de
    produção de outros materiais gráficos que se
    considerem indispensáveis para potencializar a
    divulgação da Feira.

23
  • Que se destine verba para mídia de rua.
  • Moção aprovada.

24
  • Que as peças da campanha publicitária destaquem
    as principais atrações da programação, o que não
    tem ocorrido ultimamente.
  • Moção aprovada.

25
  • Que seja feito planejamento estratégico para a
    área da Comunicação, em conjunto com a diretoria,
    envolvendo assessoria de imprensa, agência de
    publicidade, site, programação visual, produção
    de impressos, programação visual e serviços de
    fotógrafo.
  • Profissional que elaborará o planejamento já foi
    selecionado.

26
  • Que a assessoria de imprensa da Feira esteja mais
    afinada com a CRL, para que possa atuar como
    porta-voz da entidade.
  • Moção aprovada.

27
  • Que seja estudada a possibilidade de se produzir
    um manual do visitante, com dados básicos sobre
    os expositores e informações gerais de interesse
    do público (história da Feira, acessibilidade,
    melhores horários para se comprar na barraca dos
    livreiros, etc.).
  • Esta possibilidade será analisada no âmbito do
    plano de comunicação.

28
  • Que se volte a produzir folder com recomendações
    sobre a preparação e realização da visitação
    escolar, onde constem, entre outras informações,
    o mapa da Área Infantil e Juvenil.
  • Esta possibilidade será analisada no âmbito do
    plano de comunicação.

29
  • Que se produza folder institucional da Feira, com
    texto em português, inglês e espanhol.
  • Esta possibilidade será analisada no âmbito do
    plano de comunicação.

30
  • Que sejam integradas as programações para adultos
    e da Área Infantil e Juvenil, reduzindo-se o
    número de atividades.
  • Esforços estão sendo desenvolvidos neste sentido.
    Na Área Geral, foram criados roteiros a serem
    seguidos pelo público, integrando atividades
    realizadas em diferentes espaços, a fim de
    motivar sua circulação pela Feira.

31
  • Que nenhuma atividade seja encerrada após as
    20h30min, para que o público tenha tempo de
    circular entre as barracas dos livreiros.
  • Moção aprovada.

32
  • Que, em uma primeira etapa, sejam inscritas as
    sessões de autógrafos de convidados de fora,
    conforme pré-agendamentos solicitados pelas
    equipes de programação, cancelando-se as não
    efetivadas em tempo hábil. Neste caso, as obras
    dos demais autores seriam inscritas na segunda
    etapa.
  • Moção aprovada.

33
  • Que se estude a possibilidade de cobrança de taxa
    de inscrição das sessões de autógrafos.
  • Esta moção não foi aprovada, pois contraria o
    caráter democrático que a gratuidade garante ao
    evento e também porque a inclusão social é um dos
    pontos considerados essenciais em um projeto
    cultural pelos organismos que concedem incentivos
    fiscais para a captação de patrocínios.

34
  • Que, tendo em vista a intenção de se eliminar a
    segunda barraca, seja estudada a possibilidade de
    relocação da Área Internacional, de forma a
    estimular a circulação de seu público, que, em
    média, tem alto poder aquisitivo, pela Área Geral
    da Feira.
  • Moção não aprovada, porque não serão eliminadas
    as segundas barracas este ano.

35
  • Que haja a opção de se homenagear,
    ocasionalmente, em vez de um estado ou país,
    eventos ou projetos que se destaquem na área do
    livro.
  • Moção aprovada. Homenageado está sendo definido.

36
  • Que se trate de realizar sorteio de prêmio de
    valor relevante, na Feira, vinculado à emissão de
    notas fiscais, caso em que os dados dos cupons
    preenchidos pelo público poderiam ser utilizados
    para a construção de mailing a ser
    disponibilizada aos associados.
  • Moção está sendo analisada.

37
  • Que se defina, em assembleia, a eliminação em
    curto ou médio prazo das barracas de 6 metros.
  • Este assunto será debatido no Repensando.

38
  • Que se trate de eliminar, através da Smic, toda e
    qualquer venda ambulante no recinto da Feira.
  • Moção aprovada. Será mantida reunião com a Smic
    neste sentido.

39
Que sejam feitas as seguintes alterações no
Regulamento da Feira
  • Artigo 2º - Substituição do trecho A Feira será
    realizada sob os auspícios da CRL por A Feira
    será realizada pela CRL.
  • Moção aprovada.

40
  • Artigo 4º- Exclusão da obrigatoriedade de as
    entidades mencionadas nos itens d e e e dos
    expositores da Área Internacional participarem do
    sorteio de localização das barracas.
  • Moção aprovada. A localização dos estandes da
    Área Internacional é definida de acordo com a
    ordem de pagamento da taxa de inscrição, não
    ficando, portanto, sujeita a sorteio. No caso dos
    patrocinadores e apoiadores, a localização é
    definida de comum acordo com a comissão
    organizadora, considerando-se as opções
    disponíveis no momento do fechamento de cada
    convênio.

41
  • Parágrafo 3 Eliminação da segunda barraca.
  • Moção não aprovada.

42
  • Parágrafo 5 - Definição do número máximo de vagas
    disponíveis para a Área Infantil.
  • Moção aprovada.

43
  • Capítulo 4 - Obrigatoriedade de todos os
    atendentes das barracas portarem carteira
    assinada pela empresa ou contrato temporário.
  • Moção aprovada.

44
  • Proibição de se exibir adesivos ou outros
    elementos de comunicação visual dos cartões de
    crédito na área externa das barracas.
  • Moção aprovada.

45
  • Capítulo 5 Esclarecimento de que os projetos de
    novas barracas não poderão extrapolar a área
    permitida, que é de 4,20m x 2,30m com as abas
    abertas.
  • Será inserido, no Manual do expositor, projeto
    volumétrico das barracas.

46
  • Capítulo 7 Ampliação do horário da Área
    Infantil e Juvenil até as 21h e definição do
    horário de encerramento de todas as atividades
    culturais até as 20h30min.
  • Tendo em vista considerações apresentadas pelos
    expositores da Área Infantil que integram a
    comissão organizadora, decidiu-se que as barracas
    dos expositores seguirão fechando às 20h,
    podendo, porém, a programação dos espaços do Cais
    extrapolar este horário, para que sejam atendidos
    os alunos do turno da noite.

47
  • Parágrafo 1º do Capítulo 7 - Modificação da
    redação do trecho A Comissão Organizadora poderá
    alterar o horário sempre que julgar necessário
    para A Comissão Organizadora poderá ampliar o
    horário sempre que julgar necessário.
  • Moção não aprovada, porque, eventualmente, é
    necessário alterar o horário da Feira ou de parte
    da Feira, em função de casos fortuitos ou de
    força maior.

48
Que sejam feitas as seguintes alterações no
Manual da Feira
  • Eliminação do formulário para solicitação de
    crachás, passando-se a entregar 10 crachás por
    barraca para o próprio expositor se encarregue de
    identificar seus atendentes, de acordo com
    instruções da Comissão Organizadora. Neste caso,
    os crachás adicionais seriam cobrados pelo preço
    de custo.
  • Moção não aprovada.

49
  • Ampliação das sessões de autógrafos até o último
    dia da Feira.
  • Moção aprovada.

50
  • Inclusão do esclarecimento de que somente a
    equipe da barraca da CRL poderá comercializar
    livros nos locais em que se realizem sessões.
  • Moção aprovada.

51
  • Alteração do trecho autorizar a mudança de
    local para autorizar ou determinar mudança de
    local (última linha).
  • Moção aprovada.

52
  • Inserção da exigência de as promoções especiais e
    sessões em locais especiais serem autorizadas
    pela Comissão Organizadora.
  • Moção aprovada.
About PowerShow.com