Coer - PowerPoint PPT Presentation

Loading...

PPT – Coer PowerPoint presentation | free to download - id: 7a3ba8-YWM0O



Loading


The Adobe Flash plugin is needed to view this content

Get the plugin now

View by Category
About This Presentation
Title:

Coer

Description:

Coer ncia e progress o tem tica Adaptado de Plat o & Fiorin (2001) Prof. Me. Gerson Rossi IFSP Campus Avar Coer ncia? Seu texto n o est coerente. – PowerPoint PPT presentation

Number of Views:19
Avg rating:3.0/5.0
Slides: 21
Provided by: Gers86
Learn more at: http://teacherondemand.files.wordpress.com
Category:
Tags: coer | verbo

less

Write a Comment
User Comments (0)
Transcript and Presenter's Notes

Title: Coer


1
Coerência e progressão temática
  • Adaptado de Platão Fiorin (2001)
  • Prof. Me. Gerson Rossi
  • IFSP Campus Avaré

2
Coerência?
Seu texto não está coerente. Isto não é um texto,
é um samba do crioulo doido, uma colcha de
retalhos. Suas ideias são confusas, sem coerência.
3
Coerência
  • A palavra coerência, da mesma família de
    aderência e aderente, provem do latim cohaerentia
    (formada do prefixo co junto com verbo
    haerere estar preso). Significa, pois, conexão,
    união estreita entre várias partes, relação entre
    ideias que se harmonizam, ausência de
    contradição. É a coerência que distingue um texto
    de um aglomerado de frases.

4
Coerência
  • É a relação que se estabelece entre as partes do
    texto, criando uma unidade de sentido.
  • Coerência deve percorrer toda a obra do tipo de
    linguagem ao gênero textual as ideias do
    primeiro parágrafo devem concordar com as do
    último, e com os demais entre si a organização
    textual deve ser útil à intenção do texto.
  • Coerência pressupõe harmonia de significados.

5
(No Transcript)
6
Coerência
  • Quando se fala em coerência, pensa-se na
    não-contradição de sentidos entre passagens do
    texto, na existência de uma continuidade de
    significados. Ela é um fator de
    interpretabilidade do texto, pois é ela que
    possibilita a atribuição de um sentido unitário
    ao texto. Num texto, uma ideia ajuda a
    compreender a outra, para criar um sentido
    global.

7
Tipos de coerência
  1. Coerência narrativa
  2. Coerência argumentativa
  3. Coerência figurativa
  4. Coerência temporal
  5. Coerência espacial
  6. Coerência de nível de linguagem.

8
Está coerente?
  • Lá dentro havia uma fumaça espessa que não
    deixava que víssemos ninguém.
  • Meu colega foi à cozinha, deixando-me sozinho.
    Fiquei encostado na parede da sala, observando as
    pessoas que lá estavam. Na festa, havia pessoas
    de todos os tipos ruivas, brancas, pretas,
    amarelas, altas, baixas etc.

Texto narrativo
9
a) Coerência narrativa
  • Julio foi à partida de futebol sem nenhum
    entusiasmo esperava ver um péssimo resultado
    por conta das alterações que o técnico havia
    feito. Ao final da partida, deixou o estádio
    decepcionado com a derrota.
  • Ocorre quando se respeitam as implicações
    lógicas existentes entre as partes da narrativa.
    Para que uma personagem realize uma ação, por
    exemplo, é preciso que tenha condições de
    fazê-la para que alguém se surpreenda com algo,
    é preciso que houvesse, anteriormente,
    expectativas contrárias etc.

10
b) Coerência argumentativa
  • Diz respeito às relações de implicação ou de
    adequação que se estabelecem entre certos
    pressupostos ou afirmações explícitas colocadas
    no texto e as conclusões que se tira deles, as
    consequências que se fazem deles decorrer.
  • Toda ursa se alimenta de carne. Ora, a ursa é
    uma constelação. Logo, uma constelação se
    alimenta de carne.
  • (falta continuidade de sentidos)

11
b) Coerência argumentativa
  • O descontrole orçamentário é a principal causa
    da inflação, e o pior problema do país. Para
    reaquecer a economia, o governo deve, portanto,
    aumentar os gastos públicos.
  • (conclusão contradiz argumento anterior)

12
c) Coerência figurativa
  • Na biblioteca onde havia estantes de mogno,
    livros encadernados em couro, tapetes persas e
    quadro de pintores famosos ambientava-se o chá
    oferecido pela Sra. Dolores em porcelana de
    Sèvres. Homens vestidos de terno e gravata e
    mulheres de tailleur, os convidados divertiam-se
    ao som de Agnaldo Timóteo.
  • Diz respeito à combinatória de figuras para
    manifestar um dado tema ou à compatibilidade de
    figuras entre si.

13
d) Coerência temporal
  • Maria pôs o arroz no fogo, depois escolheu-o.
  • Quando o professor entrou, ele já tinha posto o
    sapo na bolsa de Eduardo e estava sentado
    tranquilamente. O mestre pegou-o em flagrante
    tentando colocar o animal no material do colega.

14
d) Coerência temporal
  • É aquela que respeita as leis da sucessividade
    dos eventos ou apresenta uma compatibilidade
    entre os enunciados do texto, do ponto de vista
    da localização no tempo.
  • Colocar o sapo na bolsa anterior e
    concomitante à entrada o professor incoerência.
  • (falta de adesão à temporalidade)

15
e) Coerência espacial
  • Embaixo do único lustre, instalado bem no meio
    do teto, um grupo de pessoas conversava
    animadamente. Quando ela entrou, todos pararam de
    falar e olharam para ela. Sem se importar, foi
    reunir-se aos demais que brindavam sob o lustre
    lateral.
  • Diz respeito à compatibilidade entre os
    enunciados do ponto de vista da localização no
    espaço.

16
f) Coerência no nível de linguagem
  • Magnífico Senhor Reitor da Universidade de São
    Paulo
  • Tendo tomado conhecimento pelos periódicos da
    capital paulista de que o Prefeito da Cidade
    Universitária, onde está situada a universidade
    que Vossa Magnificência, com alto descortino,
    dirige, resolveu interditar o acesso da população
    ao campus nos finais de semana, ouso vir à
    presença de Vossa Magnificência, para
    manifestar-lhe meu repúdio ao fato de uma
    instituição pública subtrair da população de uma
    cidade desumana um espaço de lazer. Francamente,
    achei a maior sujeira da parte da USP, sacanagem,
    nada a ver.

17
f) Coerência no nível de linguagem
  • É a compatibilidade entre a linguagem
    (vocabulário e construções frasais) e o gênero
    textual.

18
Exercite
19
Exercite
20
Exercite
About PowerShow.com