Apresenta - PowerPoint PPT Presentation

Loading...

PPT – Apresenta PowerPoint presentation | free to download - id: 77c74c-N2VhY



Loading


The Adobe Flash plugin is needed to view this content

Get the plugin now

View by Category
About This Presentation
Title:

Apresenta

Description:

Title: Apresenta o do PowerPoint Author: Nicolai Duboc Last modified by: Aspire Created Date: 5/1/2007 9:04:46 PM Document presentation format – PowerPoint PPT presentation

Number of Views:15
Avg rating:3.0/5.0
Slides: 48
Provided by: Nicola200
Learn more at: http://eutonopactoalvorada.pbworks.com
Category:
Tags: apresenta | ramen

less

Write a Comment
User Comments (0)
Transcript and Presenter's Notes

Title: Apresenta


1
A LIÇÃO DAS ABELHAS
Quando a abelha rainha, a única que tem a
capacidade de se reproduzir na colmeia, resolve
levar o enxame para outro lugar, mais rico em
alimento, ela enfrenta uma séria dificuldade.
Devido ao seu tamanho e peso ela não consegue
voar. Como então locomover-se ?  - As abelhas
operárias unem-se e com a força multiplicada do
seu vôo conjunto, transportam a abelha rainha em
suas costas, formando uma massa compacta. A
abelha rainha, alojada sobre o corpo de centenas
delas, orienta-as a seguir para o novo destino.
Há um constante revezamento para que as abelhas
operárias possam carregá-la e, de quando em
quando terem o merecido descanso. Assim atingem
seu objetivo, usando as habilidades de união,
força multiplicada e descanso.
A abelha é o agente polinizador que tem a maior
astúcia entre todos que polinizam, ela colhe o
pólen de todas as flores até mesmo das rosas mais
venenosas para simplesmente fazer o seu doce mel.
2
Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa
  • Alfabetização e Letramento
  • Unidade 1
  • Professora Orientadora Rosimeri Meirelles
  • meirelles.pacto_at_gmail.com

3
Contrato Didático
Julho Contrato Didático
18h30min Acolhimento Apresentação da Orientadora e contrato didático.
18h50min Dinâmica de apresentação - Brasão
19h50min Reflexão e Capsula do tempo O que eu entendo por Alfabetização e Letramento?
20h Vídeo Magda Soares
20h15min INTERVALO
20h30min Leitura Deleite
20h40min Debate sobre o vídeo
20h50min Leituras em Sub Grupos Unidade 1 Ano 1 p. 16 a p.23 Unidade 1 Ano 2 p. 13 a p.18 Unidade 1 Ano 3 p. 13 a p. 21 Unidade 1 Ed. Campo p. 17 a p.22

4
Contrato Didático
Julho Contrato Didático
21h30min Apresentação dos grupos (10min. p/cada grupo)
22h10min Fechamento
22h20min Livro da Vida (colagem dos Brasões)
22h30min Caderno de Meta Cognição O que aprendi? O que não aprendi? E como aprendi?
5
Objetivo
  • Entender a concepção de alfabetização na
    perspectiva do letramento.

6
Dinâmica do Brasão

7
Cápsula do tempo
  • REFLETINDO.....

O que eu entendo por alfabetização e
letramento?
8
Vídeo Magda Soares

9
Retorno em 15 minutos
10
O que é leitura deleite?
  • O momento da leitura deleite é sempre de prazer
    e reflexão sobre o que foi lido, sem se preocupar
    com a questão formal da leitura. Tal prática, no
    entanto, não exclui as situações em que se
    conversa sobre os textos, pois esse momento
    também é de prazer, além de ser de ampliação de
    saberes.
  • (Caderno MEC, Formação de professores)

11
Leitura Deleite... O menino que aprendeu a ver
(Ruth Rocha)
12
Debate sobre o vídeo
  • Pensando no que foi dito pela Magda Soares, como
    está acontecendo as práticas de Alfabetização e
    Letramento no nosso município?

13
Leituras em Sub Grupos Unidade 1
  • Ano 1 - p. 16 a p. 23
  • Concepções de alfabetização o que ensinar no
    ciclo
  • de alfabetização.
  • Ano 2 - p. 13 a p. 18
  • A complexidade da aprendizagem no SEA ampliação
    do
  • tempo para a consolidação da leitura e da escrita
    pela criança.
  • Ano 3 - p. 13 a p. 21
  • Alfabetização o que ensinar no terceiro ano do
    ensino fundamental.
  • Ed. Campo - p. 17 a p. 22
  • Alfabetização e letramento no campo desafios e
    perspectivas.

14
Apresentações dos grupos
15
Considerações finais
  • Década de 80 os métodos sintéticos e analíticos
    passaram a ser criticados, à luz de teorias
    construtivistas e interacionistas.
  • Perceber que o que a escrita nota (representa,
    grafa) são os sons.
  • Diferentes fases pré-silábica, silábica,
    alfabética. (erros/hipóteses)
  • Quatro determinantes básicos para o
    desenvolvimento maturação, estimulação do
    ambiente físico, aprendizagem social e tendência
    ao equilíbrio (organização). Piaget (1987)

16
Considerações finais
  • É interagindo com a escrita, contemplando seus
    usos e funções (diferentes textos), que as
    crianças se apropriam da escrita alfabética.
  • Trabalhar desde a Educação Infantil.
  • É possível ensinar através da ludicidade.
  • Objetivos claros sobre o que se quer ensinar em
    cada ano.
  • Década de 90 surge novo conceito de
    alfabetização o de letramento.
  • Um não substitui o outro.

17
Considerações finais
  • Resultados de avaliação em larga escala revela
    baixo desempenho dos alunos e o fracasso da
    escola em ensinar.
  • Ampliação para 9 anos.
  • Alfabetização nos três primeiros anos (ciclo),
    devido a complexidade.
  • Formação continuada (Pró-Letramento, Pacto).

18
Considerações finais
  • Alfabetização ação de ensinar aprender a ler e
    a escrever.
  • Letramento estado ou condição de quem não
    apenas sabe ler e escrever, mas cultiva e exerce
    as práticas sociais que usam a escrita.
  • INDISSOCIÁVEIS E INTERDEPENDENTES
  • Alfabetizar e letrar são duas ações
    distintas, mas não são inseparáveis, ao
    contrário o ideal seria alfabetizar letrando, ou
    seja ensinar a ler e escrever no contexto das
    práticas sociais da leitura e da escrita, de modo
    que o indivíduo se tornasse, ao mesmo tempo,
    alfabetizado e letrado. (Soares, 1998, p. 47)

19
Considerações finais
  • Não basta saber ler que Eva viu a uva. É preciso
    compreender qual a posição que Eva ocupa no seu
    contexto social, quem trabalha para produzir a
    uva e quem lucra com esse trabalho.
  • Paulo Freire, in Educação na Cidade, 1991

20
Livro da Vida
  • O livro da vida é um registro coletivo, com as
    reflexões e indagações do grupo, registrando a
    questão mobilizadora do dia. Tem a função de
    comunicar, informar e socializar as novidades,
    conhecimentos e curiosidades. O Livro da Vida é
    uma das técnicas de Celestin Freinet, pedagogo
    francês, que, como professor, aplicou-a em suas
    turmas, com o intuito de propiciar às crianças o
    registro da livre expressão.
  • Colagem dos Brasões nos envelopes.

21
Caderno de Meta Cognição
  • O que aprendi?
  • O que não aprendi?
  • E como aprendi?

22
Até amanhã... )
23
Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa
  • Currículo
  • Unidade 1
  • Professora Orientadora Rosimeri Meirelles
  • meirelles.pacto_at_gmail.com

24
Objetivo
  • Aprofundar a compreensão sobre currículo nos anos
    iniciais do Ensino Fundamental na perspectiva da
    Educação Inclusiva e das diferentes concepções de
    alfabetização.

25
Contrato Didático
05/Agosto Contrato Didático
18h Acolhimento Apresentação do contrato didático.
18h10min Dinâmica de integração
18h 20min Organização dos cartazes (1º encontro) Retomada do Caderno de Metacognição
18h50min Resgatar as memórias de alfabetização dos integrantes da turma.
19h20min Inspirando c/Mafalda Leituras nos sub grupos Unidade 1 Ano 1 p. 06 a 15. Unidade 1 Ano 2 p. 06 a 12. Unidade 1 Ano 3 p. 06 a 12. Unidade 1 Ed. Campo p.09 a 15
19h50min INTERVALO
20h Leitura Deleite
20h10min Apresentação dos Grupos (5min. p/cada grupo)

26
Contrato Didático
05/Agosto Contrato Didático
20h 30min Vídeo Estudo Errado
20h 35min Fechamento - Discutir sobre as concepções Subjacentes ao programa.
20h 45min Livro da Vida (Currículo)
20h 55min TEMA DE CASA/ESCOLA
Caderno de Meta Cognição O que aprendi? O que não aprendi? E como aprendi? Trazer um envelope selado com o seu endereço. Vídeos Leitura e produção de textos na alfabetização.
27
PREPARANDO OS CARTAZES CONCEPÇÃO DE ALFABETIZAÇÃO
28
Caderno de Meta Cognição
  • Refletir sobre nossas aprendizagens deve ser
    um exercício diário de todas as pessoas,
    especialmente para nós educadores, possibilitando
    a conquista progressiva da autonomia, a
    descoberta das próprias potencialidades e a
    criação de articulações entre teoria e prática
    passíveis de (trans) formação.
  • Neste intuito, usaremos este caderno como
    instrumento e exercício metacognitivo, refletindo
    e registrando a cada novo encontro sobre  O que
    aprendi? -Como aprendi? -O que não aprendi? Esses
    registros nos servirão como análise e
    acompanhamento dos nossos estudos, permitindo a
    tomada de consciência da própria aprendizagem.

29
Resgate das memórias do tempo em que se
alfabetizou.
  • Reproduzir numa folha de papel em branco,
    algo que lembre o seu período de alfabetização.
    Aproveite para explorar a sua criatividade, vale
    tudo desenho, poema, texto...

30
Inspirando....
31
Inspirando...
32
Inspirando...
33
Leituras em Sub Grupos Unidade 1
  • Ano 1 - p. 06 a p. 15
  • Currículo no ciclo de alfabetização princípios
    gerais.
  • Ano 2 - p. 06 a p. 12
  • Currículo na alfabetização
  • ampliando o direito de aprendizagem a todas as
    crianças.
  • Ano 3 - p. 06 a p. 12
  • Ponto de partida currículo no ciclo de
    alfabetização.
  • Ed. Campo - p. 09 a p. 15
  • Currículo no ciclo de alfabetização
  • introduzindo a discussão sobre a educação do
    campo.

34
Retorno em 10 minutos
35
Leitura Deleite
36
Apresentações dos grupos
PACTO/ALVORADA
37
Vídeo Estudo Errado Gabriel O Pensador
38
Reflexão
  • Memórias
  • Tirinhas da Mafalda
  • Leituras
  • Leitura deleite
  • Música

39
Considerações finais
  • Alfabetização na perspectiva do letramento.
  • Currículo como um lugar que se produz cultura,
    criação, recriação, contestação e transgressão.
  • Envolve diferentes aspectos, tais como os
    conhecimentos escolares, os procedimentos, as
    experiências escolares que se desdobram em torno
    do conhecimento, em meio as relações sociais, e
    que contribuem para a construção das identidades
    dos estudantes.

40
Considerações finais
  • Princípio da heterogeneidade.
  • Erro como parte do processo.
  • Valorização do indivíduo a partir de diferentes
    culturas, etnias, religiões.
  • Direito ao conhecimento.
  • Garantia dos direitos de aprendizagem no ciclo de
    alfabetização.Reorganização temporal e espacial
    do ensino.
  • A proposta curricular deve responder as
    questões o que, para que, como e para
    quem(relevância, intencionalidade, crítico e
    significativo, privilegiar a qualidade,
    relacionado a realidade social).

41
Considerações finais
  • Organização dos tempos de aprendizagem e acesso a
    diferentes saberes (interdisciplinaridade).
  • O currículo no ciclo de alfabetização
    configura-se como um produto histórico-cultural,
    norteador das práticas de ensino, leitura e da
    escrita, refletindo as relações pedagógicas da
    organização escolar.
  • Constitui-se como instrumento de confronto de
    saberes, ou seja, como um conjunto de
    experiências, conteúdos, disciplinas, vivências e
    atividades na escola que visam à construção de
    identidades e subjetividades, sem desconsiderar o
    currículo oculto no ambiente escolar.

42
Considerações finais
  • O currículo precisa ser fruto de construções
    coletivas, garantindo os direitos de aprendizagem
    dos estudantes.
  • Compromisso de que até oito anos de idade as
    crianças tenham se apropriado dos conhecimentos
    necessários à leitura e à escrita de textos que
    circulam socialmente.
  • Trabalhar a favor da inclusão de todos através de
    uma ação cuidadosamente planejada e
    constantemente avaliada.
  • Os princípios do currículo inclusivo inclui a
    definição de alguns conhecimentos a serem
    apropriados por todos os estudantes,
    respeitando-se as singularidades, diferenças
    individuais e grupos sociais.

43
Considerações finais
  • Proposta da construção de um currículo que dê
    acesso a conhecimentos e habilidades que se
    constituam como direitos de aprendizagem de
    convivência, desenvolvimento e aprendizagem na e
    para a vida a serem garantidos para todos os
    brasileiros.
  • Que sejam abordados na escola temas relevantes
    para as comunidades onde elas estão inseridas.
  • A escola como espaço.
  • Currículo flexível e atividades contextualizadas.
  • Partir dos conhecimentos prévios dos alunos.
  • Quadro da pág. 14 Ed. Campo (Unidade 1)

44
Livro da Vida Currículo
45
Caderno de Metacognição
  • O que aprendi?
  • O que não aprendi?
  • E como aprendi?
  • Trazer um envelope selado com o seu endereço.
  • Assistir aos vídeos que serão enviados por
    e-mail.

46
Poema Recomeçar (Carlos Drummond de Andrade)
  • Não importa onde você parou Em que momento da
    vida você cansou O que importa é que sempre é
    possível e necessário Recomeçar...

47
Até a próxima semana... )
About PowerShow.com