Diapositivo 1 - PowerPoint PPT Presentation

Loading...

PPT – Diapositivo 1 PowerPoint presentation | free to download - id: 76d839-MTE0M



Loading


The Adobe Flash plugin is needed to view this content

Get the plugin now

View by Category
About This Presentation
Title:

Diapositivo 1

Description:

Palavra de Vida Janeiro 2011 * * A multid o dos que haviam abra ado a f tinha um s cora o e uma s alma. Ningu m chamava seu ao que lhe pertencia, mas ... – PowerPoint PPT presentation

Number of Views:14
Avg rating:3.0/5.0
Slides: 25
Provided by: sda130
Learn more at: http://www.portal.ecclesia.pt
Category:

less

Write a Comment
User Comments (0)
Transcript and Presenter's Notes

Title: Diapositivo 1


1
Palavra de Vida
Janeiro 2011
2
A multidão dos que haviam abraçado a fé tinha
um só coração e uma só alma. Ninguém chamava seu
ao que lhe pertencia, mas entre eles tudo era
comum (At 4,32).
3
Esta Palavra apresenta um daqueles quadros
literários nos quais o autor dos Actos dos
Apóstolos nos faz conhecer, em linhas gerais, a
primeira comunidade cristã de Jerusalém.
4
Esta era caracterizada por uma extraordinária
frescura e dinamismo espiritual, pela oração e
pelo testemunho, mas, sobretudo, por uma grande
unidade o sinal que Jesus indicara como
distintivo inconfundível e fonte da fecundidade
da sua Igreja.
5
O Espírito Santo era concedido no Baptismo a
todos os que recebiam a Palavra de Jesus. Sendo
espírito de amor e de unidade, fazia de todos os
crentes uma coisa só com o Ressuscitado e entre
eles, ultrapassando todas as diferenças de raças,
de culturas e de classes sociais.
6
A multidão dos que haviam abraçado a fé tinha
um só coração e uma só alma. Ninguém chamava seu
ao que lhe pertencia, mas entre eles tudo era
comum (At 4,32).
7
Mas vejamos mais detalhadamente os aspectos desta
unidade.
8
Em primeiro lugar, o Espírito Santo realizava
entre os crentes a unidade dos corações e do
pensamento, ajudando-os a vencer todos os
sentimentos que a dificultam, na dinâmica da
comunhão fraterna.
9
De facto, o maior obstáculo à unidade é o nosso
individualismo e o apego às nossas ideias, aos
pontos de vista e gostos pessoais. É com o nosso
egoísmo que se constroem as barreiras com que nos
isolamos e excluímos aqueles que são diferentes
de nós.
10
A multidão dos que haviam abraçado a fé tinha
um só coração e uma só alma. Ninguém chamava seu
ao que lhe pertencia, mas entre eles tudo era
comum (At 4,32).
11
Além disso, a unidade realizada pelo Espírito
Santo reflectia-se necessariamente na vida dos
crentes.
12
A unidade de pensamento e de coração encarnava-se
e exprimia-se numa solidariedade concreta,
mediante a partilha dos próprios bens com os
irmãos e as irmãs que passavam necessidades.
13
Justamente porque era autêntica, não tolerava que
na comunidade alguns vivessem na abundância,
enquanto faltava o necessário a outros.
14
A multidão dos que haviam abraçado a fé tinha
um só coração e uma só alma. Ninguém chamava seu
ao que lhe pertencia, mas entre eles tudo era
comum (At 4,32).
15
Como podemos viver a Palavra de Vida deste mês?
16
Ela sublinha a comunhão e a unidade, tão
recomendadas por Jesus. Para as podermos
realizar, Ele deu-nos o seu Espírito.
17
Se ouvirmos a voz do Espírito Santo,
procuraremos, portanto, crescer nesta comunhão a
todos os níveis.
18
Antes de mais, a nível espiritual, vencendo as
sementes de divisão que trazemos dentro de nós.
19
Seria, por exemplo, um contra-senso querermos
estar unidos a Jesus e, ao mesmo tempo, estarmos
divididos entre nós, comportando-nos de uma forma
individualista, indo cada um por sua conta,
julgando-nos ou até excluindo-nos uns aos outros.
20
É preciso, portanto, uma renovada conversão a
Deus que nos quer unidos.
21
Por outro lado, esta Palavra ajudar-nos-á a
compreender cada vez melhor a contradição que
existe entre a fé cristã e o uso egoístico dos
bens materiais.
22
Ajudar-nos-á a realizar uma verdadeira
solidariedade com todos aqueles que passam
necessidades, embora dentro das nossas
possibilidades.
23
Além disso, sendo este o mês em que se celebra a
Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos, esta
Palavra impulsionar-nos-á a rezar e a reforçar os
nossos laços de unidade, de amor e de comunhão
com os nossos irmãos e irmãs pertencentes às
várias Igrejas, com quem temos em comum a única
fé e o único espírito de Cristo, recebido no
Baptismo.
24
A multidão dos que haviam abraçado a fé tinha um
só coração e uma só alma. Ninguém chamava seu ao
que lhe pertencia, mas entre eles tudo era comum
(At 4,32).
About PowerShow.com