John Locke - PowerPoint PPT Presentation

Loading...

PPT – John Locke PowerPoint presentation | free to download - id: 6f9a28-YWQ2Z



Loading


The Adobe Flash plugin is needed to view this content

Get the plugin now

View by Category
About This Presentation
Title:

John Locke

Description:

Title: Aula 7 Author: Prof William Gomes Last modified by. Created Date: 4/16/2001 5:27:14 PM Document presentation format: Apresenta o na tela – PowerPoint PPT presentation

Number of Views:22
Avg rating:3.0/5.0
Slides: 23
Provided by: ProfW3
Learn more at: http://www.ufrgs.br
Category:

less

Write a Comment
User Comments (0)
Transcript and Presenter's Notes

Title: John Locke


1
John Locke
  • Empirismo

2
(No Transcript)
3
John Locke (1632-1704)
  • Médico entusiasmado com a experimentação.
  • Acreditava que o futuro estava na tecnologia
  • Traz uma filosofia de senso comum
  • Entende que poderes e inclinações realizam-se
    unicamente na experiência

4
Ontologia
John Locke
  • Critica princípios inatos ou noções comuns.
  • Entendimento é uma tábula rasa na qual a
    experiência vai se escrevendo.

5
  • Mantém o dualismo
  • Mente - reflexão
  • Dualismo
  • Corpo - sensações
  • Dispensa necessidade de estudar a parte física da
    mente.

introspecção
dois caminhos para o conhecimento
6
Epistemologia
John Locke
  • As idéias vêm da experiência e dela deriva a
    mente.
  • O conhecimento e os materiais do pensamento
    percebidos e refletidos pelo nosso EU são
    provenientes da observação dirigida para os
    objetos externos e sensíveis ou para as operações
    internas da nossa mente

7
Epistemologia
  • O conhecimento da mente seria através da reflexão
    método introspectivo.
  • Idéias Simples ? Idéias Complexas

8
Lógica
John Locke
  • Leis associativas (causais ou racionais)
  • similaridade (lembranças análogas, semelhantes)
  • contigüidade (proximidade no tempo e no espaço)

9
Ética
John Locke
  • Ignora aspectos da vida emocional
  • A dignidade do homem está no seu poder de
    resistir as inclinações inferiores, opor-se à
    seus desejos e tendências para seguir unicamente
    as prescrições da razão - evitar associações
    irregulares.

10
John Locke
11
John Locke
12
Mente
Inatismo?
Tábula rasa?
Associações
Percepção
Imaginação
Idéias
Inconsciente
Inconsciente
Experiência
Consciência
Comportamento
sensação
vontade
EU
Memória Hábitos
Emoção Paixão Desejo Apetites Afeto
Ambiente
Corpo
13
Racionalismo - Definição A
  • No sentido metafísico, doutrina segundo a qual
    nada existe que não tenha sua razão de ser, de
    tal maneira que por direito, senão de fato, não
    há nada que não seja inteligível

14
Racionalismo - Definição B
  • Doutrina segundo a qual todo conhecimento certo
    provém de princípios irrecusáveis, a priori,
    evidentes, de que ela é conseqüência necessária,
    e por si sós, os sentidos não podem fornecer
    senão uma idéia confusa e provisória da verdade.
  • (Descartes, Espinoza, Hegel)

15
Racionalismo - Definição C
  • Doutrina segundo a qual só nos devemos fiar na
    razão (sistemas de princípios universais e
    necessários) e não admitir nos dogmas religiosos
    senão o que ela reconhece como lógico e
    satisfatório segundo a luz natural.
  • (Teólogos, definição dominante até século XIX)

16
Racionalismo - Definição D
  • A experiência só é possível para um espírito que
    tenha disciplina intelectual fé na razão, na
    evidência e na demonstração crença na eficácia
    da luz natural.
  • (Kant)

17
Empirismo
  • Nome genérico de todas as doutrinas filosóficas
    que negam a existência de axiomas enquanto
    princípios de conhecimento logicamente distintos
    da experiência.

18
Empirismo
  • Do ponto de vista psicológico, opõe-se ao
    racionalismo inatista, que admite a existência no
    indivíduo de princípios de conhecimento
    evidentes. Por exemplo,
  • Locke versus Descartes.

19
Empirismo
  • Do ponto de vista gnosiológico, o empirismo é a
    doutrina que, reconhecendo ou não a existência de
    princípios inatos no indivíduo, não admite que o
    espírito tenha leis próprias que difiram das
    coisas conhecidas e, por conseguinte, baseia o
    conhecimento do verdadeiro apenas sobre a
    experiência, fora da qual admite apenas
    definições e hipóteses arbitrárias.
  • Por exemplo, Spencer contra Kant.

20
Empirismo em outros países
  • Na França mostrou-se no sensacionalismo,
    materialismo e ambientalismo.
  • Condillac (1715-1780) reduziu as operações
    mentais complexas da mente em sensações
  • La Mettrie (1709-1715)reduziu o homem a uma mera
    máquina
  • Cabanis (1757-1808) declarou que o cérebro
    secretava pensamento como o fígado secretava
    bílis
  • A volumosa Enciclopédia de Diderot e dAlembert
    trazia no selo de sua autoridade uma teoria
    humana totalmente naturalista e determinística.

21
(No Transcript)
22
(No Transcript)
About PowerShow.com