Apresenta - PowerPoint PPT Presentation

Loading...

PPT – Apresenta PowerPoint presentation | free to download - id: 66c2d8-MWVhZ



Loading


The Adobe Flash plugin is needed to view this content

Get the plugin now

View by Category
About This Presentation
Title:

Apresenta

Description:

Title: Apresenta o do PowerPoint Author: Iair Last modified by: Emerson Created Date: 3/20/2005 8:31:15 PM Document presentation format: Apresenta o na tela (4:3) – PowerPoint PPT presentation

Number of Views:3
Avg rating:3.0/5.0
Date added: 24 October 2019
Slides: 51
Provided by: Iair
Category:

less

Write a Comment
User Comments (0)
Transcript and Presenter's Notes

Title: Apresenta


1
(No Transcript)
2
  • Definição conjunto de transformações técnicas,
    econômicas e sociais caracterizadas pela
    substituição da energia física pela mecânica, da
    ferramenta pela máquina e da manufatura pela
    fábrica.

3
ARTESANATO
PRODUÇÃO INDUSTRIAL
MANUFATURA
FERRA- MENTAS MANUAIS
TRABALHO INDIVIDUAL
DIVISÃO DO TRABALHO
FERRAMENTAS MECÂNICAS
4
  • Causas gerais da Revolução Industrial
  • Revolução Comercial (séc XV XVII)
  • Descoberta de novos continentes e do caminho para
    as Índias.
  • Formação de mercado mundial.
  • Incremento do comércio.
  • Acumulação primitiva de capital.
  • Entrada de produtos e riquezas de vários pontos
    do planeta na Europa.

5
TEAR MECÂNICO
MÁQUINAS A VAPOR
  • Aparecimento das máquinas.
  • Tear mecânico, máquina de fiar, máquina a vapor.
  • Aumento da produtividade.

6
  • Pioneirismo inglês
  • Capitais acumulados (colônias, acordos comerciais
    na Europa).
  • Acúmulo de capitais durante a fase do capitalismo
    comercial (grandes navegações)
  • Posição geográfica privilegiada

7
  • Matéria prima disponível (reservas de ferro e
    carvão e produção de lã indústria têxtil).
  • Mercado consumidor (colônias, países europeus e
    assalariados).
  • Crescimento populacional, gerando grande oferta
    de trabalhos para as indústrias

8
  • Burguesia no poder (parlamento Revolução
    Gloriosa 1688).
  • Ética protestante (estímulo ao lucro).
  • Marinha mercante poderosa (Atos de Navegação
    Oliver Cromwell).
  • Disponibilidade de mão-de-obra (Controle
    capitalista do campo (cercamentos) cercamento
    dos campos enclosures).

9
(No Transcript)
10
(No Transcript)
11
  • As transformações da sociedade na era industrial

EMPRESÁRIOS X PROLETARIADO
  • O capitalismo industrial tornou-se o principal
    modo de produção europeu
  • Aumentaram as disparidades entre a burguesia
    (detentora dos meios de produção) e o
    proletariado, que troca a força de trabalho por
    um salário.

12
(No Transcript)
13
  • A exploração do trabalhador
  • Visando obter os maiores lucros possíveis, os
    patrões pagavam míseros salários por uma jornada
    estafante de trabalho (mais de quinze horas
    diárias).

14
  • Proletários destituídos da posse de meios de
    produção e instrumentos de trabalho.
  • Sem nenhum direito trabalhista.
  • Exploração do trabalho feminino e infantil.
  • Baixos salários.

15
(No Transcript)
16
(No Transcript)
17
  • As péssimas condições de trabalho e moradia
  • Não havia segurança, higiene ou instalações
    adequadas ao trabalho
  • As habitações dos operários eram cortiços, ou
    favelas sem qualquer saneamento básico.

18
(No Transcript)
19
(No Transcript)
20
  • O desenvolvimento da produção
  • Substituição do trabalho artesanal pelo
  • trabalho mecanizado
  • 1.1. Etapas do processo de produção
  • Artesanal
  • O artesão executa todas as fases do processo,
    sendo o
  • dono dos instrumentos utilizados matéria-prima e
  • Ferramenta.

21
  • Manufatureira
  • Oficinas compostas por um grande número de
    operários e Ferramentas , coordenadas por um
    gerente (mestre).
  • Fase de introdução da divisão do trabalho.

22
(No Transcript)
23
  • Mecanizada
  • A maquinofatura, fruto dos avanços técnicos,
    permitiu o
  • aperfeiçoamento da produção e a queda dos custos,
  • o aumento dos lucros. No entanto, acarretou
    desemprego
  • e alienação de milhares de trabalhadores.

24
  • Início Inglaterra, séc XVIII.
  • Fases

1ª REV. INDUSTRIAL 2ª REV. INDUSTRIAL
1760 - 1860 1860 1914
ING, FRA e BEL ALE, ITA, RUS, EUA, JAP
FERRO CARVÃO - VAPOR AÇO PETRÓLEO - ELETRICIDADE
CAPITALISMO LIBERAL E INDUSTRIAL CAPITALISMO FINANCEIRO E MONOPOLISTA
25
  • 1.2. As fases da revolução industrial
  • 1ª fase A industrialização inglesa (1760
    1860)
  • Inglaterra pioneira e único país industrializado
    por quase um século
  • Industrialização em abundância de carvão e ferro
    e outros fatores
  • Invenção da máquina a vapor, acoplada ao tear
    mecânico, ao barco e à locomotiva a vapor.
  • James Watt

26
(No Transcript)
27
  • 2ª fase A industrialização inglesa (1860 -
    1980)
  • França, Alemanha, Bélgica, Itália, etc (Europa),
    Estados Unidos (América) e Japão (Ásia)
  • Invenção do motor a combustão interna
    (Daimler-Benz), do telégrafo, telefone etc
  • Utilização do aço (Bessemer), da eletricidade
    (dínamo) e do petróleo
  • Especialização do trabalho (produção em série /
    fordismo).

28
(No Transcript)
29
(No Transcript)
30
  • 3ª fase A partir da segunda metade do século XX

Desenvolvimentos espetaculares e ultrarápidos na
microeletrônica, na robótica industrial, na
informatização dos serviços, na química fina e na
biotecnologia.
31
(No Transcript)
32
  • Conseqüências da Revolução Industrial
  • Consolidação do capitalismo e do poder da
    burguesia.
  • Desenvolvimento tecnológico.
  • Desenvolvimento dos transportes (barco a vapor,
    locomotiva) e das comunicações (telégrafo e
    posteriormente o telefone).

33
  • Divisão do trabalho e alienação, a partir das
    linhas de Montagem
  • Produção em série e padronização dos gostos
    (consumismo)
  • Desenvolvimento dos transportes e das
    comunicações
  • Urbanização e crescimento populacional
  • Desemprego estrutural

34
(No Transcript)
35
(No Transcript)
36
(No Transcript)
37
  • Aumento da produtividade (redução de preços).
  • Esgotamento de recursos naturais.
  • Urbanização intensa.
  • Formação do proletariado urbano (operários).
  • Surgimento do CAPITALISMO FINANCEIRO grandes
    bancos controlando indústrias por meio de compra
    de ações ou dependência financeira (empréstimos).

38
(No Transcript)
39
  • Formação de grandes conglomerados econômicos

HOLDING TRUSTE CARTÉL
Empresas financeiras que controlam complexos industriais a partir da posse de suas ações. Empresas que absorvem seus concorrentes, controlando a produção, preços e dominando o mercado. Empresas de um mesmo ramo que se associam para evitar concorrência, dividindo os mercados.
A
A
A
B
ACORDO
CONTROLE ACIONÁRIO
COMPRA
C
D
B
B
C
C
D
D
MONOPÓLIO
40
Em 1911, o engenheiro norte-americano. Taylor
publicou Os princípios da administração
científica. Ele propunha uma intensificação da
divisão do trabalho, ou seja, fracionar as etapas
do processo produtivo de modo que o trabalhador
desenvolvesse tarefas ultra-especializadas e
repetitivas diferenciando o trabalho intelectual
do trabalho manual.
41
  • Proposta do Taylorismo
  • Fazer um controle sobre o tempo gasto em cada
    tarefa e um constante esforço de racionalização,
    para que a tarefa seja executada num prazo
    mínimo.
  • Premiar o trabalhador que produzisse mais em
    menos tempo, como incentivo.

42
  • Aprimoramento da produção em série FORDISMO
  • O norte-americano Henry Ford foi o primeiro a pôr
    em prática, na sua empresa Ford Motor Company,
    o taylorismo. Posteriormente, ele inovou com o
    processo do fordismo, que, absorveu aspectos do
    taylorismo. Consistia em organizar a linha de
    montagem de cada fábrica para produzir mais,
    controlando melhor as fontes de matérias-primas e
    de energia, os transportes, a formação da
    mão-de-obra.

43
  • Princípios básicos do Fordismo 1) Princípio de
    Intensificação Diminuir o tempo de duração com o
    emprego imediato dos equipamentos e da
    matéria-prima e a rápida colocação do produto no
    mercado. 2) Princípio de Economia Consiste em
    reduzir ao mínimo o volume do estoque da
    matéria-prima em transformação. 3) Princípio de
    Produtividade Aumentar a capacidade de produção
    do homem no mesmo período (produtividade) por
    meio da especialização e da linha de montagem. O
    operário ganha mais e o empresário tem maior
    produção.

44
  • Expansão do Imperialismo
  • Busca de matéria-prima e mercados consumidores
    fora da Europa, desencadeando um processo de
    conquista e partilha de vastas áreas territoriais
    entre as potências européias industrializadas.
  • Áreas mais atingidas África e Ásia.

45
(No Transcript)
46
  • Desemprego (exército industrial de reserva)

47
  • Ludismo (1811 1818) movimento de
    trabalhadores que destruíam máquinas.

48
  • Cartismo (1832 1848) movimento de
    trabalhadores que redigiam reivindicações
    trabalhistas ao parlamento britânico. Obteve
    alguns benefícios como a redução da jornada de
    trabalho para 10 horas e regulamentação do
    trabalho infantil e feminino

49
Trade Unions associações de trabalhadores que
deram origem aos sindicatos.
50
  • O surgimento dos movimentos operários
  • Da depredação das máquinas à conscientização e à
    organização sindical, buscando os direitos
    trabalhistas.
About PowerShow.com